Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

Desafios literários

Emitida em estéreo, a proposta é:

 

1. Agarrar o livro mais próximo.
2. Abrir na página 161.
3. Procurar a 5ª frase completa.
4. Colocar a frase no blog.
5. Não escolher a melhor frase nem o melhor livro!!! Utilizar mesmo o livro que estiver mais próximo.
6. Passar a 5 pessoas.

 

Só uma ressalva:

 

Ponto 5. : ninguém quer saber o que diz o livro mais próximo de mim neste momento, seja em que página for, afianço-vos. Recuso-me a fazer isto com aquela cagada.

Vou, por isso, utilizar os livros que eu e a Cosmo estamos a ler (por prazer), sempre dentro do espírito do Mestre que posso eu fazer, que prazer ter uma data de regras para cumprir e quebrá-las todas.

 

Assim, do meu livro:

 

" "O sultão não pensa senão em traição", disse-lhe um hindu."

in: A Primeira Aldeia Global, Martin Page, 2008, Casa das Letras

 

Isto foi um aviso para Afonso de Albuquerque, que andava nos idos de 1500 (e 2) a negociar entrepostos comerciais na Índia (versão oficial) / a foder grandemente os árabes (interpretação minha).

 

Do livro da cosmopolita:

 

"Olhei em volta, à procura de alguém a quem gritar a minha felicidade, e lá estavam, imóveis entre a bruma de um canal flamengo, as sombras do meu pai e do capitão Alatriste."

in: O Ouro do Rei, Arturo Pérez-Reverte, 2008, Edições ASA

 

Isto sim, obra de um futuro Nobel da Literatura, vos garanto.

 

Quanto ao ponto 6. suponho que seja passar a 5 pessoas que tenham blog, não é? Está bem, então vou passar a 10:

 

Tulipa, do América Europa;

Andarilha do Andarilha Estelar;

AR do Lésbica: Simples ou com Gelo?

Ferónica do Limão Cascudo;

Metade d' A Metade do Desejo;

Garamond d'A Namorada Bélsbica;

Nnannarella;

Bluebird do On and On;

Duca do Tempus Blogandi;

Viz / Inha do As Vossas Vizinhas.

 

Pronto, acho que não conheço mais ninguém que me possa mandar à merda de viva voz.

Buraco tapado por Citadina às 18:24
Link do post | Tapa também
5 comentários:
De A metade a 16 de Dezembro de 2008 às 21:21
"Como um só homem vacilante avançaram até à janela, e, embora o jovem corresse a espessa cortina azul, não quis olhar o que já podia ver nos olhos do poeta."
In O carteiro de Pablo Neruda", António Skarmeta, Bibioteca Sábado.

Como tu... Optei por não transcrever do livro que estava mais perto quando vi o post: era um código fiscal... ainda li o que dizia na página...
Este é o que comecei ontem a ler e espero acabar num folego.
É o livro... Não vi ainda o filme (Sacrilégio...)
Diz o interior que o titulo no Original é "El carteiro de Neruda (Ardiente paciencia)" gosto muito deste substitulo ou titulo alternativo... penso que seria mais ao gosto do poeta.

O livro custou um Euro - O melhor negócio da minha vida.
De Feronica a 17 de Dezembro de 2008 às 19:59
Eu aceito, a época é a da boa vontade, como poderia mandar-te para tal sitio por causa de uma coisa tão simples?
O resultado é para postar no blogue, não é? Ao menos que esta corrente sirva para isso, para me fazer escrever qualquer coisa no blogue.

Ferónica
De Andarilha Estelar a 18 de Dezembro de 2008 às 01:10
Querida
pag 161 - é índice hehehehehehe
páragrado 5 completo:o que fazer durante o orgasmo
Livro: Em busca do Tempo Perdido na Cama
Autora: Anônima
De maria papoila a 22 de Dezembro de 2008 às 00:39
Obrigada por terem respondido.

Feliz Natal para as duas.
De Rita a 29 de Dezembro de 2008 às 15:02
Ó pá! Só tenho gramáticas à minha volta... queres mesmo saber o que dizia a única frase quase completa da página 161 da primeira em que agarrei??
«As palavras em que a juxtaposição é tão íntima que o primeiro elemento perde o acento que lhe é próprio, [muda de página] para de todo se subordinar ao acento do segundo elemento - chamam-se compostos por aglutinação»
(Gramática Elementar de Português, José Pereira Tavares, 1937)
Podemos daqui fazer verdadeiras metáforas e dizer que o verdadeiro amor é aquele que gera compostos por aglutinação e ninguém se importa com isso!

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita