Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Encerrar as festas

As festas terminaram com a pouco concorrida Lesboa Party Passagem de Ano 2008/09 Gold Edition 2.0.

Esta foi, porventura a melhor produção de sempre. Estava simplesmente impecável. Temos de exceptuar aqui a música, que, ao contrário do que é costume, não estava nada de especial. Mas de resto, impressionantemente bom!

Então porque é que a festa foi um fracasso, perguntam vocês? Eu só vejo uma hipótese: o preço dos bilhetes. Sinceramente, nós também não teríamos tido possibilidade de ir se não tivéssemos convites. As entradas eram, em duas palavras, demasiado caras. Poder-se-á sempre contra-argumentar dizendo que as nossas eram circunstâncias particulares, mas será mesmo? Terá sido 2008 um ano financeiramente mau só para mim e para a Cosmo? Sabemos que não. A conjuntura económica prejudicou as intenções de muita gente, tenho a certeza, e estou convencida de que a história teria sido outra se o custo fosse ao nível do que se praticou aqui (aliás, várias fontes nos disseram que a Maria Lisboa estava a abarrotar de gente na passagem de ano).

Assim, a organização da Lesboa deve ter tido um rombo financeiro maior que o do casco do Titanic.

Era possível ter feito uma produção daquelas sem cobrar tanto dinheiro à entrada? Claro que sim! A prova cabal é o facto de a festa se ter realizado. Contar com ovos tão dourados ainda dentro do ânus da galinha é que foi um risco muito mal calculado. Uns ovinhos de prata tinham atraído muito mais gente (ia dizer galinhas, sim, mas contive-me a tempo).

Agora (de novo) a sério, espero francamente que isso não comprometa a continuidade do evento, a Lesboa não merece morrer desta forma. Além dos aspectos relacionados com a viabilidade económica do evento, nunca é demais sublinhar a componente de serviço público ao universo LGBTQ português que a Lesboa tem e presta.

Quanto a quem lá esteve, usufruir de tudo aquilo sem muita azáfama e confusão não terá sido nada mau. Para nós foi óptimo, com o bónus de termos conhecido pessoalmente as simpáticas autoras dos blogs Estrelaminha, ViagemLes e Troca&Tintas.

Um Feliz Ano Novo a@s leitor@s do Azinhaga em particular e aos blogueiros deste país em geral!

Buraco tapado por Citadina às 11:04
Link do post | Tapa também
9 comentários:
De estrelaminha a 8 de Janeiro de 2009 às 11:40
bom dia!
concordo contigo. provavelmente a grande maioria das poucas pessoas que festejaram a passagem de ano, seriam as portadoras do convite. o preço era exorbitante para os dias de hoje.
foi muito agradável ter-te conhecido e a tua Cosmopolita.
beijocas
De Citadina a 12 de Janeiro de 2009 às 11:21
Idem aspas, Estrelaminha, o prazer (também) foi nosso!
De viz a 8 de Janeiro de 2009 às 14:53
Queridinhas,
também ouvimos falar da noite lesboa e das 80 pessoas que lá estiveram. Segundo o que consta a organização afirmou que tinham sido vendido muitos bilhetes e que simplesmente as pessoas não apareceram. Para ser sincera, nós não fomos por duas razões, de um lado uma doença súbita , e do outro, o preço , demasiado carro! Seja como for espero que o projecto lesboa não vá abaixo, seria uma pena. Espero também que a organização tenha os ouvidos necessários para ouvir as sugestões que ao longo do tempo foram emitidas.
(acreditámos que exactamennte por causa destas sugestões não recebemos nem um convite lololol)

Beijinhos honeys e see u soon (hope)

Viz
De Citadina a 12 de Janeiro de 2009 às 11:24
Querida Viz,
Se é assim, se venderam de facto muito muitos bilhetes, menos mal, bom para el@s... É como dizes, seria uma pena o evento morrer.
Espero que essa doença súbita já esteja totalmente remediada!
Hope to see you soon too! Beijo grande!
De Andarilha Estelar a 9 de Janeiro de 2009 às 00:41
Citadina
Como sempre adoro seu senso de humor e sua maneira de escrever.
Aguardamos voce e Cosmo no próximo reveillon em Copacabana.
Beijos a todas
De Citadina a 12 de Janeiro de 2009 às 11:25
Querida Andarilha,
Muito obrigada, assim eu coro!
Quanto ao próximo reveillon, lá estaremos, nos aguarde!
De Pioio a 12 de Janeiro de 2009 às 22:03
Foi de facto um prazer conhecer-vos. Pena ter sido curto o tempo de conversa mas a noite proporcionava-se à dança! Só foi pena não terem passado mesmo a meia noite conosco, mas fica para a próxima!!!

Aproveitamos ainda para vos desejar, uma vez mais, um feliz ano de 2009, que tudo o que mais desejam se realize.
De Citadina a 13 de Janeiro de 2009 às 10:09
Muito obrigada, Pioio, um excelente 2009 também para vocês!
De Condessa X a 16 de Janeiro de 2009 às 01:28
Confesso que gosto de Passagens de Ano mais caseiras, frente a uma lareira, a jogar jogos e a fumar coisas boas em companhia de amigos. Adoro uma boa festa e até achei que os DJ's para esta Lesboa seriam do melhor, visitei o myspace de cada um deles e amei a música, só por isso acho que teria valido a pena para quem gosta de Passagens de Ano em sítios públicos. No entanto, concordo convosco relativamente ao preço dos bilhetes. Para quem não bebe muito alcool de pouco serve pagar €45 de avanço ou €60 à entrada.
E sim, torço para que esta festa continue em bom ritmo apesar deste pequeno acidente de percurso.

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Contadores

Quem nos cita