Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2009

Woody Allen no seu melhor

E Penélope Cruz também. Aliás, os actores são todos fabulosos. Vale a pena ver num écrã  de cinema, em DVD não será a mesma coisa.

Treta, isso de que Woody Allen devia urgentemente voltar a filmar em Manhattan. Na Europa está muito bem!

Se perderes, não me venhas culpar.

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 15:18
Link do post | Tapa também
10 comentários:
De Cosmopolita a 9 de Fevereiro de 2009 às 16:16
Gostei imenso do filme, embora me pareça que o Woody Allen não foi especialmente imaginativo ou criativo. Limitou-se a tentar entrar nos domínios do Pedro Almodóvar: país, cenários, actores, língua, música e até um bocado no estilo.

A banda sonora é linda, como aliás seria de esperar com tanta guitarra espanhola e tantoas conhecidos compositores: Isaac Albeniz (Compositor), Biel Ballester (Compositor), Paco De Lucia (Compositor), Juan Serrano (Compositor), Giulia / Alemany, Maik / Mazzoni, Alejandro / Tellarini (Compositor), Catalan Traditional (Compositor), Stephane Wrembel (Compositor), Biel Ballester Trio (Intérprete), Stephane Wrembel Trio Intérprete), Emilio de Benito (Intérprete), Graci Pedro (Intérprete), Jean-Felix Lalanne (Intérprete), Juan Quesada (Intérprete), Juan Serrano (Intérprete), Leo Hipaucha (Intérprete), Muriel Anderson (Intérprete), Paco De Lucia (Intérprete), Giulia Tellarini (Intérprete).

E claro, para aumentar as vendas o tal ingrediente que se tornou "moda" nos dias de hoje, recorrendo ainda por cima aos actores espantosos que entraram neste filme. Em que Rebecca Hall, apesar de quase não ser referida, não fica em nada atrás de Scarlett Johansson ou de Penélope Cruz.
De -pirata-vermelho- a 9 de Fevereiro de 2009 às 18:26
Duas perguntas
-cosmopolítica, qual ingrediente?
-citadíssima, sabia que a 'sua' diana krall fez um filme (Anything else) com ele?
De Citadina a 10 de Fevereiro de 2009 às 14:52
Não, não sabia, mas tenho de ir ver isso, obrigada pela dica ;)
De Cosmopolita a 10 de Fevereiro de 2009 às 14:52
Duas respostas:

- piratírico, é favor ler o post anterior;
- flibustíssimo, não sabia, mas fui ver.

PS. Que diabo, já me tinha perguntado por onde é que você andaria...Na Somália?
De Citadina a 11 de Fevereiro de 2009 às 10:43
Cosmo,
Eu também gostei imenso do filme, como sabes.
Não estou de acordo com a alegada falta de criatividade nem com a alegada imitação. Quanto à primeira, Allen vive de pormenores e esses estão geniais. Quanto à segunda, Almodovar não esgota todas as cidades nem todos os actores que utiliza nem todos os papéis que dirige. O tema "mulheres" foi amplamente explorado (no bom sentido) por Allen muito antes de Almodovar o fazer.
Rebecca Hall merece, de facto, destaque igual às outras actrizes.
E a música é simplesmente fabulosa! Só por isso já valia a pena ir ver.
De Observador a 10 de Fevereiro de 2009 às 11:02
Não vi o filme nem está na minha lista de preferências.
A razão é simples de explicar mas talvez difícil de entender.

Nunca fui um aficionado de Woody Allen. Direi mesmo que Woody me passa ao lado, independentemente de não me chocar com o facto de ser considerado um bom realizador.

Mas ... gostos são gostos e eu sou sincero.

Salut
De Citadina a 10 de Fevereiro de 2009 às 14:55
Eu compreendo perfeitamente. Aliás, sempre achei incompreensível que não se consiga compreender perfeitamente que alguém não goste daquilo que nós gostamos. É não compreender de todo o significado de gosto.
De Cosmopolita a 10 de Fevereiro de 2009 às 17:58
É engraçado dizer isso Observador. Passei por tosca e ignorante muitas vezes por não gostar de algumas ou da generalidade das obras de alguns "monstros imortais". Gosto de alguns dos filmes do Woody Allen e acho surpreendente sobretudo que as pessoas o achem genial por ele ser, no meu entender, a única pessoa que é paga para fazer a sua psicanálise para a humanidade. Já tinha reparado nisso?
De Helena a 10 de Fevereiro de 2009 às 14:16
Miúdas, conto convosco dia 17 de Fev no La Calle.
Ante estreia do Devilish como show residente.

Please, do come!
Beijinhos
De Citadina a 10 de Fevereiro de 2009 às 14:56
Tentaremos lá estar!

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita