Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

Twitter - o que (não) faz sentido

O que faz muitíssimo sentido no Twitter? É chamar os bois pelos nomes (vá lá, um bocadinho de sentido de humor): "seguidores" e "seguidos", em vez de "amigos" ou outra hipocrisia do género.

O que não faz assim muito sentido? Contas Twitter de blogs cujos tweets se resumem a uma chamada de atenção para cada post novo no blog, porque para isso mais vale ler o blog directamente! Se o Twitter não lhe acrescenta nada...

Buraco tapado por Citadina às 15:58
Link do post | Tapa também
8 comentários:
De Cosmopolita a 19 de Fevereiro de 2009 às 17:22
Acho que para além disse há mais coisas que fazem sentido no Twitter:
(a) poder seguir e participar num assunto em debate praticamente em tempo real, por exemplo o CPMS, ou IVG, ou votações na AR, ou eleições, etc. Lembro-me que o primeiro a usar o Twitter foi o Paulo Querido (http://pauloquerido.pt/ ou http://twitter.com/PauloQuerido) aquando das eleições do Barack Obama;
(b) poder participar num chat rápido online para descansar o espírito ou simplesmente porque nos apetece.
(c) poder encontrar afinidades e interesses comuns com outras pessoas.

O que também não faz sentido: deixar de escrever posts nos próprios blogs sobre assuntos de interesse.
De Citadina a 19 de Fevereiro de 2009 às 17:26
Completamente de acordo.
Obrigada pelo contributo, Cosmo! :)
E onde é que te podemos ler, no Twitter?
De Cosmopolita a 19 de Fevereiro de 2009 às 17:42
Bom Citadina, ler-me, ler-me não é bem. Podem ver-me aqui http://twitter.com/CosmopolitaAZCI comentar de vez em quando algum assunto, como foi o caso agora do #CPMS.

Agora, com a minha partida dentro de dias, quase não tenho tempo para nada, nem sequer para escrever no blog que para mim ainda é o mais importante. Mas enfim, vou tentar pelo menos despedir-me, prometo.
De Citadina a 19 de Fevereiro de 2009 às 17:47
Sim, pelo menos um post de despedida, os leitores deste blog merecem. :)
De -pirata-vermelho- a 20 de Fevereiro de 2009 às 00:19
O próprio nome é um bocadinho patápatá de putos MBA do séc XXI, não é?


(não mdiga que não se lembrou que o nome foi muito bem ponderado e fabricado...)
De Citadina a 20 de Fevereiro de 2009 às 11:09
O post era um mote para os vossos contributos :)
Quanto ao seu, estou em sintonia plena: o nome (pateta) foi uma das razões que me fez resistir à adesão durante tanto tempo.
Mas a curiosidade matou o gato... ;)
De HM a 26 de Fevereiro de 2009 às 13:56
Confesso que ainda não fui convencida pelo Twitter.
Aquilo mais parece como uma forma de mandar sms em massa para o pessoal amigo.

Não sei a sério expliquem-me!
Please

Bjinhos
HM
De Citadina a 26 de Fevereiro de 2009 às 15:17
Sim, é isso. E muito mais!
É mais porque numa simples SMS não tens a parafernália de acessórios que o Twitter tem (para música, media, estatísticas, interfaces, eu sei lá!), nem consegues chegar, em tempo real, a tanta gente ao mesmo tempo.
Depois, é uma potentíssima fonte de informação. Não só a que tu envias, mas a que recebes das pessoas que segues e não só. E a custo zero, ao contrário das SMS. :)
O retorno não é imediato nem garantido, mas é uma ferramenta excelente para construir uma rede de leitores / seguidores e assim veicular informação de uma forma SUPER simples e acessível.
E ainda é mais que isto!
Mas, lá está, gostos não se discutem. Eu já disse aqui que também fui céptica durante muitos meses.
Mas quando finalmente experimentei... Convenceu-me! :)
Beijinhos!

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita