Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Linha Ferroviária a atravessar o Concelho de Grândola - NÃO!

"A REFER e o Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações tem previsto a construção duma linha ferroviária de mercadorias entre Sines e o Caia, com ligação a Espanha.
Nesta linha está igualmente previsto efectuar a ligação entre Sines e Grândola, através dum traçado em diagonal que irá "cortar" o concelho desde a Aldeia do Pico a Melides.

Este cenário é extremamente lesivo para o Concelho de Grândola, para a toda a Região do Alentejo Litoral e para o país, na medida que a construção deste eventual traçado que para além de ser contrária e contraditória com o modelo de desenvolvimento que tem vindo a ser apadrinhado pelo próprio Governo pois passa junto a um projecto PIN e três Áreas de Desenvolvimento Turístico, iria destruir milhares de sobreiros (estima-se cerca de 10.000!!) dum dos melhores montados do Mundo, iria retalhar terrenos e propriedades seculares e principalmente iria atingir as localidades de Paragem Nova, Aldeia do Pico e Vale Figueira, passando por cima de habitações onde residem diversas famílias há diversas gerações.

Se estes argumentos não fossem já por si bastante relevantes, existe ainda a questão técnica do traçado que deve ter sido estudada por uma mente iluminada que tem como passatempo o esbanjar do dinheiro dos contribuintes, visto que a morfologia do terreno iria obrigar à construção de diversas "obras de arte" como túneis, pontes e viadutos.
Mais confuso tudo fica, se nos recordarmos que existe actualmente uma linha entre Sines e Ermidas que foi recentemente requalificada, sendo que apenas seria necessário transformá-la para a bitola Europeia, com uma redução drástica do investimento, com uma redução drástica no impacto ambiental, com uma redução drástica do impacto socioeconómico.

Por todas estas razões estamos frontalmente contra a construção da ligação ferroviária entre Sines e Caia com um traçado que atravesse o Concelho de Grândola, sendo esta petição uma das primeiras acções de contestação caso o traçado em estudo seja o escolhido."

 

Esta petição pode ser assinada aqui. Portugal já está demasiado estragado.

Buraco tapado por Citadina às 11:50
Link do post | Tapa também
18 comentários:
De alex a 24 de Julho de 2009 às 17:44
olá.

já divulguei a petição. penso que talvez se pudesse arranjar uma coisinha mais bem esgalhada em termos de escrita do que o texto da petição e, se possível documentada com o traçado previsto, as alternativas, fotos da região, etc. pouco mais é necessário do que uma máquina fotográfica digital e um scanner (se se conseguir o projecto do traçado e da linha alternativa) e dispender algum tempo a alinhavar o texto.

anyway, para começar, (quando conseguir que o tweetdeck funcione...) vou linkar também para aqui.



De Citadina a 26 de Julho de 2009 às 14:57
Muito obrigada, Alex.
De facto pode fazer-se melhor e é nisso que várias pessoas e instituições estão a trabalhar, recolhendo a informação disponível, que ainda não é muita...
Todos os contributos são bem-vindos, mesmo que passem só pela divulgação, que muito agradecemos.
De alex a 26 de Julho de 2009 às 15:15
ontem já deixei aqui (e no twitter) toda a informação que consegui recolher até ao momento. infelizmente penso que os links não estão clicáveis, mas não sei o código html para links nos blogs do sapo. tentei o que se utiliza no blogspot, mas parece que não funcionou. assim, vai dar um bocadinho mais de trabalho a abri-los noutra janela. logo prometo vasculhar mais, a ver se descubro outras pistas. por agora, o sol chama-me...
De alex a 25 de Julho de 2009 às 22:57
discussão das alternativas aqui: (http://www.truveo.com/sess%C3%A3o-transportes-regionais-e-nacionais/id/3073722342)
De alex a 25 de Julho de 2009 às 22:57
bolas, não sei fazer links nos blogs do sapo.
De Citadina a 26 de Julho de 2009 às 15:06
Muito obrigada, mais uma vez, pelo contributo, Alex.
De alex a 25 de Julho de 2009 às 23:19
twitpic com slide do instituto superior técnico com esquema do traçado alternativo: http://twitpic.com/bmgxs
De alex a 25 de Julho de 2009 às 23:28
mapas do traçado no blog alentejo litoral: http://alentejo-litoral.blogspot.com/2009/06/agora-sao-os-comboios-ii.html
(pena a imagem ter tão má qualidade)
De Citadina a 26 de Julho de 2009 às 15:15
Boa! Obrigada!
De alex a 25 de Julho de 2009 às 23:30
e um bom post sobre o assunto, no mesmo blog:

http://alentejo-litoral.blogspot.com/2009/06/agora-e-o-comboio-i.html

(já divulguei no twitter, mas convém insistir, que o pessoal às vezes é distraído)
De Citadina a 26 de Julho de 2009 às 15:16
Sem dúvida que insistiremos. Obrigada por tudo, Alex.
De alex a 26 de Julho de 2009 às 01:58
e desde 4 de julho, já existe uma associação. ver em: http://www.portalalentejano.com/?p=7847

A associação chama-se “Associação protectora do montado contra a ferrovia Relvas-Verdes Grândola Norte” e os contactos são:
Av. D. Nuno Álvares Pereira, nº 58 - 7540-103 Santiago do Cacém
Telf: 269 827 163 - Fax: 269 827 497 - Telm: 96 569 29 99 - e-mail: aprotectoramontado@gmail.com
De alex a 26 de Julho de 2009 às 02:11
mais um argumento: wwf incentiva a aumentar área de montado como barreira à desertificação. ler aqui: http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1332614

(esta verificação de caracteres é uma seca...)
De alex a 26 de Julho de 2009 às 02:19
relatório da wwf de junho 2008 em formato pdf: http://assets.panda.org/downloads/rlt_sobreiro__uma_barreira_contra_a_desertificacao.pdf
De alex a 27 de Julho de 2009 às 03:42
reinstalei o google earth e estive a ver se ainda me lembro de como se mexe com aquilo. acho que se pode conseguir boas panorâmicas / fotografia aérea das zonas que vão ser afectadas. para já, não dá para explorar mais, porque não conheço bem a área e não sei exactamente do que estou à procura. não sei se conheces o software, mas dá para adicionar várias camadas para visualizar estradas, linhas férreas (consegui localizar a das ermidas, por ex). se achares que vale a pena, pode tentar-se explorar mais este recurso, mas preciso de mais pontos de referência para me orientar no mapa.

(agora, se calhar, é boa ideia ir tentar dormir... )


De Citadina a 27 de Julho de 2009 às 11:07
Sim, também já localizei no Goggle Earth, obrigada.
De alex a 27 de Julho de 2009 às 12:57
boa! gostava de ver. que tal tirar fotos (snapshot ou printscreen) da vista aérea (sobretudo da zona de montado a abater) e enviar para o twitter via twittpic?
De Citadina a 27 de Julho de 2009 às 14:22
Bom, claro que no Google Earth não aparecem estruturas não construídas, eu consigo ver por onde passa o projecto de traçado porque fui pedir as plantas do PDM à Câmara de Grândola e comparo-as com as "vistas" do Google Earth , mas só com o referido software não é possível ver nada de relevante , nem sequer o que é sobreiro ou pinhal, ou outra coisa qualquer.
Hei-de colocar plantas na net (no twittpic ou outro), assim que as consiga compilar e "cruzar". Mas obrigada pela sugestão.

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita