Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

Como diz que disse?

Desculpe, mas não percebi. O que foi que disse?

 

O sistema de segurança informática da presidência é vulnerável? E só hoje chamou os peritos para um diagnóstico? Em que planeta é que vive? Não sabe que há hackers que até entram no Pentágono? E só hoje se queixa? Tão oportunamente depois da inesperada derrota do PSD nas legislativas e a 15 dias das autárquicas? E quando pensa tomar providências?

 

Mas afinal o tal assessor escreveu ou não escreveu o tal mail a dizer que suspeitava de o vigiavam? Não indagou? Não comunicou à polícia?

 

E quem são as pessoas do PS de quem fala de maneira tão abrangente?  Tem acusações concretas contra elas? Porque não procede judicialmente?

 

De toda esta sua comunicação só nos fica um enorme ponto de interrogação, o que não é nada ético em período eleitoral.

Buraco tapado por Cosmopolita às 21:23
Link do post | Tapa também
5 comentários:
De -pirata-vermelho- a 4 de Outubro de 2009 às 23:39
MAS!
já reparou que ninguem confronta o parolo com a parolice, com o falar de oráculo barato ou de feirante-falante do poço do borratém?
Nem sequer se pergunta como você pergunta - os analistas analisam o inanalisável, os jornalistas jornalisam o não ajornável e ninguem diz escarrapachadamente 'Oh, sr presidente, isso que diz não tem qualquer sentido, é conversa vã sem significado'


(só por si, por não a ver há tanto tempo é que me meti a dizer isto; ainda não tinha falado no assunto, por incrívelque lhe possa parecer. E não volto a falar, creio...)

(a 'outra', tá boa? dê-lh'um abraço)
De Cosmopolita a 5 de Outubro de 2009 às 18:59
Oh pirata, bons olhos o vejam! A vida tem cada coisa, ainda anteontem estava a pensar em si e e na sua longa ausência desta Azinhaga, veja lá!

Ambas sentimos a sua falta, claro. Agora não volte a desaparecer assim por tanto tempo, ok?

Quanto ao que diz, não poderia estar mais de acordo consigo. Enfim, é o país que temos...
De -pirata-vermelho- a 6 de Outubro de 2009 às 00:07
Lembrou-se!?
Há coisas do carasssas...





(desculp'o desaforo)
De Citadina a 5 de Outubro de 2009 às 19:14
A outra retribui o abraço, congratulando-se por constatar que nenhum tufão, furacão, tsunami ou maremoto interferiu fatalmente com as suas actividades de pirataria, que já temia por si, homem. Como estava a Somália?
De -pirata-vermelho- a 6 de Outubro de 2009 às 00:06
Veja-me mais para oriente. Sou um clássico dos mares d'além...

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita