Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

Sentido de equipa

 

O guarda-redes da Selecção. Eduardo, tem sido para mim, leiga do futebol, uma grande revelação. É um dos melhores jogadores em campo, não só do ponto de vista técnico, pois já vai no terceiro jogo no Mundial 2010 sem sofrer golos, mas também do ponto de vista humano, pela sua modéstia e por atribuir, e bem, a toda a equipa portuguesa o mérito desta "marca bonita", como lhe chama.

"Acima de tudo vale pelo colectivo. Não sofrer golos é sempre importante, pois temos mais hipóteses de ganhar e dá mais confiança para podermos marcar. Felizmente conseguimos o apuramento que era o principal objectivo e agora é seguir em frente. Mas ninguém faz nada sozinho. A equipa tem feito um trabalho notável, todos defendem e todos atacam, esse é um dos méritos desta equipa", diz ele.

 

Muitos parabéns pelo comportamento desportivo e ético!

Tags:
Buraco tapado por Cosmopolita às 19:16
Link do post | Tapa também
3 comentários:
De Observador a 29 de Junho de 2010 às 23:34
Hoje voltou a ser, apenas, o melhor jogador da selecção.
De Cosmopolita a 30 de Junho de 2010 às 14:22
Pois foi Observador, sob todos os aspectos. E com um forte sentido da sua responsabilidade enquanto profissional e enquanto cidadão para com a sua Pátria (palavra tão caída em desuso, não é?).
De Observador a 30 de Junho de 2010 às 18:26
Caída em desuso?
E de que maneira...

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita