Sexta-feira, 9 de Março de 2007

Excertos da memória

Quando tinha aí uns dez anos, os meus pais levaram-nos a passar uns dias nas Penhas da Saúde, Serra da Estrela, onde uns amigos tinham comprado uma casa. Lembro-me de achar que aquilo era mais uma cabana que uma casa. O telhado era feito de placas de zinco onduladas, que também revestiam as paredes exteriores. Dentro era tudo muito escuro. As janelas, onde as havia, eram mínimas e não deixavam entrar claridade suficiente. O chão era de pedra, não sei se de granito, mas faria sentido que assim fosse. Era muito frio, debaixo dos meus pés, a ponto de me doer pisá-lo descalça, disso lembro-me bem. A decoração das paredes da sala eram cartas militares da região, penduradas como posters em toda a latitude. Essas cartas eram o que mais me atraia naquele sítio exíguo e mal iluminado. Sempre tive um fascínio por mapas. E aqueles, detalhando curvas de nível muito apertadas, lagoas, maciços rochosos e vales glaciares, que depois se traduziam na realidade que se estendia perante os meus olhos nos passeios expedicionários que dávamos, eram particularmente sedutores.
Já não me recordo quantos quartos havia mas suponho que eram três. Onde eu e a minha irmã dormíamos havia apenas um beliche e a divisão era tão estreita que mais parecia um corredor.
Um alpendre protegia a entrada e era apenas suficiente para suportar duas cadeiras desconjuntadas que no entanto todos disputávamos, para melhor apreciar aquela vista inesquecível sobre a lagoa do Viriato. Foi aí, muito antes de me ensinarem na escola, que aprendi o significado desse nome de lenda guerreira e a história dos Lusitanos.

Este fim de semana vou lá voltar, como volto desde então, sempre que posso. Vou matar saudades de alguns dos caminhos que percorri com mais sentido de aventura e que recordo com mais excitação. Depois conto.

Buraco tapado por Citadina às 15:29
Link do post | Tapa também
1 comentário:
De Duca a 9 de Março de 2007 às 16:05
Vamos lá voltar e espero que tenhamos muito que contar.

Beijo e até logo. :)

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Contadores

Quem nos cita