Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Por causa da blogosfera, as minhas amigas pensam que eu estou à beira da morte

"A gaja não dorme, não caga regularmente e não vai ao ginecologista há mais de dez anos?! O fim está próximo, coitada!"

Buraco tapado por Citadina às 16:45
Link do post | Tapa também
4 comentários:
De Cosmopolita a 10 de Outubro de 2007 às 17:24
Lagarto, lagarto, lagarto!

Duas vezes já chegou!

Nem pensar nisso é bom, muito menos antes de mim!

Adoro-te, querida! Não posso viver sem ti!
De Citadina a 10 de Outubro de 2007 às 18:08
Eu disse "as minhas amigas", não "a minha mulher", que essa pensa que eu vou morrer todos os dias, excepto naqueles em que de facto eu vou morrer.
O que é bom, quer dizer que eu nunca tenho tempo de avisar, que por sua vez significa que as minhas mortes são sempre repentinas, e não lentas, que para essas sim, lagarto, lagarto, lagarto!
Agora a sério, pobre de ti que te faço sofrer tanto - desculpa - e de mim, que sou tão idiota, sempre a brincar com coisas sérias e tal. Enfim...
De Duca a 11 de Outubro de 2007 às 11:55
Não dormes, não cagas regularmente, não vais ao gino há mais de 10 anos, mas acho-te com óptimo aspecto. Portanto, pela aparência, o teu fim está longe, muito, muito longe ...

Beijo

P.S. Será que vou à festa do glamour sózinha? Snif! Logo uma festa assim, glamourosa! Tou triste, pronto!
De Citadina a 11 de Outubro de 2007 às 12:33
Querida Duca,

Eu também estou triste. Encomendo-te uma cunha junto da Cosmopolita que é quem não quer ir. E eu triste, também não vou. É uma oportunidade indecentemente desperdiçada por nós, que nos queixamos com frequência da falta de glamour no mundo lésbico, e já agora sempre tenho curiosidade sobre se vai dar cold feet a toda a gente à última hora e a casa vai estar às moscas, ou se pelo contrário, a casa vai estar cheia de mulheres corajosas e criativas. Mas ir a uma festa triste, só nos filmes americanos. Aqui na Europa - força de expressão, eu sei, pronto, no aqui no Norte de África -, uma gaja não tem normalmente esse optimismo desproporcionado. Não sei. Diz-me tu.

PS - E sim, se não fosse a tristeza, eu fazia jus às tuas expectativas sobre o meu bom aspecto. Prometia...

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita