Quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

O que me apetecia agora era adormecer

Faz barulho, sim. A noite foi péssima, o frio instalou-se ao nível dos ombros e para trás, na nuca, e ainda exactamente abaixo, no topo das costas, ao centro. E aquele zum. Zuum. Zum. Os pensamentos transformam-se em desvarios paranóicos no nanosegundo inicial, e o primeiro era uma pergunta: como é que assim, sem muito esforço, a brincar a brincar, eu consegui transformar este blog numa valentíssima cagada? Resposta: amanhã emendo(-me). Não volto a escrever sobre cocó.
O segundo tinha a ver com tudo o que eu não fiz e devia ter feito durante o dia (semana? Mês?) de trabalho. Resposta: amanhã faço, mas porra, não pode mesmo passar de amanhã, porque a minha desmotivação começa a ser gritante, facilmente confundível com desleixo, negligência ou até incompetência, e não pode ser, porra, eu nunca fui assim, e só me faltava agora também perder o emprego! Não que alguém se tenha queixado, mas... Mesmo assim. Não gosto nada de mim na minha média eficiência.
O terceiro, que também foi o quinto, o sétimo e o décimo versou inevitavelmente sobre a generalizada obsessão pela coerência. Ninguém entenderá que a falta de coerência persistente se torna, por definição, coerente?! Que não interessa se foi a galinha que pôs o ovo ou nasceu dele? (porque as duas alternativas são legitimamente defensáveis).
Não houve resposta para este.
Finalmente, antes de a nublosa se apoderar por completo do meu raciocínio lógico, ocoreu-me que tudo isto era facilmente solucionado, como mais ou menos dor, mas solucionado, se não houvesse essa linha imaginária a limitar-me, restrição orçamental de seu nome. Não me perguntem o que faria eu com tanto grau de liberdade.

Buraco tapado por Citadina às 14:47
Link do post | Tapa também
2 comentários:
De Inha a 11 de Outubro de 2007 às 18:03
Gaja boa,
Que baralhada tão baralhante!!! Eu até pareço uma simplória de baralhações aos teus pés!!
Hello!!??? Simplifica, tá?!! Pés na terra!!! e cabeça a meia distância...
Completamente solidária..até na linha orçamental..nem imaginas quanto..e garanto que de imaginária tem muito pouco (só se falas de outra coisa..)!! Quantos MacDonalds haverá em Madrid?? lol (veio-me um estranho apetite pour hamburgueres...)
Lí que ML Glamour está em risco...nem quero acreditar numa coisa destas!!! Vão e vão!! (é uma ordem)
Beijos às duas!
De Cosmopolita a 12 de Outubro de 2007 às 15:01

Amooooreeee!!!! Eu tou aqui! Eu tou aqui! Eu tou aqui!!!

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita