Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

Blog do Ano (para mim)

Pela causa, que me é muito cara, e pela atitude, tão despretensiosa quanto importante: a Brigada do Mar.

Obrigada.

Buraco tapado por Citadina às 13:57
Link do post | Tapa também
Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

Actualização Krav-Maga

Pensei que as aulas poderiam ser um bom sítio para conhecer os rufias do bairro, fazer amizade com eles e assim zelar, de facto, pela minha defesa pessoal, à falta de outros espaços de convívio comuns.

Acabei, no entanto, por só conhecer um, o professor. Os alunos são todos betinhos com a mania da perseguição, ou seja, iguais a mim, e naturalmente não sabem defender-se nem de um ataque de mosquito.

Em compensação acho que aprendi a bater em genitais masculinos eficazmente e digo "acho" porque ninguém me deixou colocar a teoria em prática. Ainda.

Buraco tapado por Citadina às 10:36
Link do post | Tapa também | Ver comentários (2)
Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

Trânsito e questões de ordem civilizacional

 

Leio regularmente o blogue do Eduardo. Não só porque sou amiga dele há muitos anos, mas também porque, independentemente da divergência de opiniões que possa haver por vezes entre nós, o acho interessante, factual, equilibrado e muito agradável. Eu, que sou viciada em transportes públicos, por razões económicas, sociais, de logística, de saúde, de ordem ambiental e outras, achei as questões que coloca neste seu post fundamentais.

 

Qual será o futuro das grandes urbes quando uma boa parte da população decidir, e tiver meios para isso, preterir os transportes públicos e optar por automóvel próprio? Qual será o impacto a nível ambiental através da emissão de CO2 e outros gases, a nível da possibilidade, eficácia e rapidez de circulação de pessoas e bens, de reflexo na saúde pública por aumento da poluição e dos níveis de stress e agressividade das pessoas, na economia a nível do consumo de combustíveis e necessidade de permanente construção de estradas, pontes, parques de estacionamento, silos de automóveis, etc.?

 

Há muito que acho que os países, os governos, as autarquias, as polícias e todas as entidades relacionadas com o trânsito, a nível mundial, se deveriam reunir e encontrar soluções comuns e eficazes para a solução desta "dor de cabeça", como dizem num certo país africano, onde eu, a pé, fazia em 15 minutos o mesmo percurso que um automóvel levava 50 minutos a fazer.

 

Ganhávamos todos em todo o mundo. É só olhar à nossa volta e fazer as contas.

Buraco tapado por Cosmopolita às 13:32
Link do post | Tapa também | Ver comentários (3)
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Yoga #4

Não estou certa de ter compreendido plenamente o significado daqueles olhares quando, na aula, indagaram quem praticava a meditação e eu perguntei se falar sozinha na rua se qualificava.

Tenho de meditar sobre isso.

Buraco tapado por Citadina às 11:02
Link do post | Tapa também | Ver comentários (3)
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Yoga #3

Bem me queria parecer que, em certas partes das aulas de yoga, não sou a única a não estar exactamente concentrada "numa luz muito brilhante entre as sobrancelhas, visualizando um cenário de completa tranquilidade".

Buraco tapado por Citadina às 15:28
Link do post | Tapa também | Ver comentários (14)
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

Yoga #2

Alguém me puxe os ombros para trás, que me finque um joelho entre as omoplatas e me mantenha assim durante largos minutos.

Mesmo que seja pela força e ainda que eu me queixe muito e choramingue um bocadinho.

Que não me largue mesmo que eu me irrite e comece a insultar metodicamente todos os seus guias espirituais e mestres vivos, mesmo que eu desate a cantar os mantras com  letras da Madonna.

Que me diga que eu sou "ecuménica" e que devia parar de fugir ao meu destino, só para me devolver os insultos na mesma moeda e granjear algum respeito com isso, fazendo com que eu afrouxe um pouco a resistência e deixe que me puxe os ombros ainda mais para trás.

Alguém que adivinhe, sem eu ter de confessar, que não gosto de ser ligeiramente corcunda.

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 14:38
Link do post | Tapa também
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

5 sentidos

o cheiro da relva cortada de fresco

 

   o azul escuro do Índico ao longe

 

      o brilho radioso do sol no azul mais claro do céu

 

         o chilrear dos pássaros nas árvores que me sombreiam a casa

 

            a cadeira vazia da tua presença na mesa do alpendre

 

Buraco tapado por Cosmopolita às 14:12
Link do post | Tapa também | Ver comentários (3)
Terça-feira, 28 de Abril de 2009

Restaurante Luca

Ciente de que as probabilidades são todas contra os estados de graça durarem muito tempo, aproveito, enquanto é oportuno, para tecer elogios a um restaurante lisboeta, que espero que nunca se estrague: o Luca, na Rua de Santa Marta.
O serviço é ultra atencioso, simpático e profissional (e também tem muitos sotaques e nenhum é português de Portugal, mas eu não sou a Manuela Ferreira Leite para me importar com isso); a ementa é criativa e diversificada; a confecção e qualidade dos pratos (entradas, pratos fortes e sobremesas) é simplesmente excepcional; há um bar de tapas que também é sala de espera e zona de fumo.
Quem chega sem reserva só por milagre não terá de aguardar pacientemente por uma mesa mas é bem recebido e informado com tolerável intervalo de confiança sobre os tempos de espera e, last but not the least, não sendo propriamente barato, os preços são comportáveis e adequados.
Tudo isto é resultado de uma evidente gestão de excelência, com obsessiva atenção aos detalhes e aspirações perfeccionistas no que toca ao essencial.
Pronto. Agora ide lá enchê-los de soberba, ide!
Buraco tapado por Citadina às 16:04
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

Série "Mulher-a-dias" #4 - À procura da empregada perfeita

Como já dei a entender em algumas ocasiões, as minhas relações com as mulheres-a-dias são, no melhor dos cenários distantes e no pior, destiladoras de ódio. Uma das características mais arrepiantes que uma dessas senhoras pode ter para mim é falar demais e de forma opiniosa para se meter na minha vida privada mais do que o estritamente indispensável.

Mas o facto é que preciso urgentemente de contratar uma, só para evitar morrer de alergias, episódio que ameaça concretizar-se muito em breve, dada a minha falta de tempo para as tarefas domésticas.

Depois da nega seca que a empresa gestora de condomínio me deu, evidenciando a má-vontade com a super-credível desculpa de que não conheciam ninguém (pergunto-me como limparão as partes comuns do edifício...), resolvi perguntar a um colega de trabalho se conhecia alguma pessoa de confiança, que não roube, não peque fogo à casa, limpe efectivamente em vez de ver televisão o dia todo, etc., etc., etc., e ele diz-me Sim, conheço alguém, não sei se está livre, mas é de absoluta confiança. Só tem um problema: é surda.

Surda?! Mas isso é maravilhoso!, retorqui eu, emendando logo a seguir, Ou seja, não foi bem isso que eu quis dizer, coitada da senhora, o que quis dizer foi que para mim não constitui problema algum, desde que limpe bem, ela sabe ler, não sabe?, pronto, excelente, eu deixo-lhe recados escritos, não conto estar em casa, de qualquer modo...

E assim me encontro, ansiosa, à espera de saber se a promissora dama tem disponibilidade para trabalhar para mim, mas senão já sei o que vou fazer: um anúncio de jornal à procura de uma senhora das limpezas que seja surda-muda, a quem pagarei regiamente, com segurança social, contrato, seguro de acidentes de trabalho, décimos terceiro e quarto meses e tudo mais a que tiver direito, porque este país só andará para a frente quando aprenderemos a recrutar o profissional certo para o lugar certo.

Buraco tapado por Citadina às 10:07
Link do post | Tapa também | Ver comentários (12)
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

A tod@s que, no Carnaval, andaram a dizer que eu estou gorda:

Vão à exposição do Darwin na Gulbenkian. Lá está tudo explicado. Eu simplesmente andei a armazenar energia para resistir bem aos rigores do Inverno.

Falamos em Junho.

Buraco tapado por Citadina às 23:59
Link do post | Tapa também | Ver comentários (2)
Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

Yoga

Vídeos, histórias, prática, apologia, detrimento. Uma nova rubrica lúdica, sempre lúdica (porque aquilo dá imensa vontade de rir), por vezes sarcástica e quem sabe achincalhante (ma non troppo) da modalidade.

 

 

Buraco tapado por Citadina às 12:13
Link do post | Tapa também | Ver comentários (6)

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Contadores

Quem nos cita