Terça-feira, 17 de Agosto de 2010

Krav-Maga

É só para apresentar a minha futura-nova actividade.

 

 

Buraco tapado por Citadina às 17:27
Link do post | Tapa também | Ver comentários (6)
Sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

Saudades do burro

Este post, reconheço, vem com algum atraso, mas só hoje é que me disseram que o mundial da África do Sul já acabou há um mês. E disseram que eu tinha tido muita sorte em não ter sido atingida por nenhuma vuvu-qualquer-coisa, não percebi.

Mas indo finalmente ao assunto: a pautinha, senhor@s, a pautinha é que interessa. E, no que toca à selecção  portuguesa de futebol (a A, parece que é assim que lhe chamam), é uma final de um campeonato europeu e um quarto lugar num mundial contra... zero.

 

Buraco tapado por Citadina às 13:25
Link do post | Tapa também | Ver comentários (3)
Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

Sentido de equipa

 

O guarda-redes da Selecção. Eduardo, tem sido para mim, leiga do futebol, uma grande revelação. É um dos melhores jogadores em campo, não só do ponto de vista técnico, pois já vai no terceiro jogo no Mundial 2010 sem sofrer golos, mas também do ponto de vista humano, pela sua modéstia e por atribuir, e bem, a toda a equipa portuguesa o mérito desta "marca bonita", como lhe chama.

"Acima de tudo vale pelo colectivo. Não sofrer golos é sempre importante, pois temos mais hipóteses de ganhar e dá mais confiança para podermos marcar. Felizmente conseguimos o apuramento que era o principal objectivo e agora é seguir em frente. Mas ninguém faz nada sozinho. A equipa tem feito um trabalho notável, todos defendem e todos atacam, esse é um dos méritos desta equipa", diz ele.

 

Muitos parabéns pelo comportamento desportivo e ético!

Tags:
Buraco tapado por Cosmopolita às 19:16
Link do post | Tapa também | Ver comentários (3)
Terça-feira, 15 de Junho de 2010

Só mesmo por milagre!

 

 

Alguém pode dizer a esta pobre ignorante (em matéria de futebol, claro) se alguma vez, e quando, é que o Cristiano Ronaldo num jogo da Selecção Portuguesa marcou um golinho que fosse contra a equipa adversária?

 

É que tanto quanto tenho notado, o jogador muda drasticamente de melhor do mundo, quando é pago de forma obscena, para bailarino medíocre e caguinchas quando representa o seu país... 

 

Por este andar, não há dúvida que só mesmo um milagre nos pode levar para além do 2º jogo do Mundial!

Buraco tapado por Cosmopolita às 21:57
Link do post | Tapa também | Ver comentários (5)
Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

Que tristeza...

Abro a televisão para ver o telejornal e nem acredito nos meus olhos e ouvidos! Está há 15 minutos a dar na RTP África a recepção de Cristiano Ronaldo no estádio do Real Madrid...

 

Que raio, eu não gosto de futebol e, mesmo que gostasse, neste tempo de crise o que menos interessa é o Cristiano Ronaldo! Mas o povo gosta de circo, este fá-lo esquecer-se do que verdadeiramente importa.

 

E como é fácil alienar a malta! Que tristeza!

Buraco tapado por Cosmopolita às 20:13
Link do post | Tapa também | Ver comentários (3)
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

O clube politicamente incorrecto

"SER BENFIQUIIIIISTAAA, É..."... até ao momento, a única parte do hino que decorei, mas como foi uma coisa que me aconteceu pouco depois de os meus pais se terem mudado para Lisboa, quando eu tinha cinco anos, e da qual não tenho culpa nenhuma, nem eles, começo este post, para vos dar um enquadramento, a cantar aos altos berros, que é sempre sinal de atitude positiva perante a vida e essas coisas de auto-ajuda.

Eles, verdade seja dita, exerceram como puderam pressão e influência tentada para que não me desviasse do caminho do glorioso FCP, mas nesses idos anos '80 a vida era dura para um jovem casal com duas filhas, dependente dos rendimentos do seu trabalho e com um empréstimo à habitação a vencer juros na casa dos 30%, pelo que, nas poucas horas que estavam em casa, preocupavam-se em dar-me de comer e deixar-me ficar a pé até mais tarde se dava na televisão um filme mesmo giro como, por exemplo, o Pato com Laranja.

Ao fim de semana, quando havia mais tempo, então lá me tentavam dissuadir da minha triste opção sem nunca mencionar a expressão "clube do salazarismo" para que não ficasse traumatizada, que nesse tempo ainda se tinha cuidado com os palavrões que se diziam na presença das crianças.

Mas não valeu de nada. A influência constante de uns quantos ranhosos do bairro a quem eu chamava "amigos" definiu e cimentou o meu entusiasmo pelo clube encarnado, afecto que viria a pagar bem caro mais tarde, quando o começaram a instrumentalizar  para me ofender politicamente com motejos do género "O Benfica ganha os jogos hoje como os ganhava no tempo do Salazar.".

Hoje em dia não é possível ser do Benfica sem se ser conotado com o fascismo e isso é grosseiro e torpe como argumento, e desprezível como pseudo-facto.

O Benfica oferece assunto de chacota e indignidade regularmente, sem haver  por isso necessidade nenhuma de se recorrer a um argumento tão baixo.

Se hoje em dia, aos trinta e seis anos, não é aceitável que eu, como fazia na infância, dê um pontapé nos tomates (tendo-os) a quem me chame caixa-de-óculos, porque é que há-de ser admissível que alguém se atreva a pôr em causa as minhas convicções democráticas por eu ser do Benfica?

Como se eu pudesse simplesmente mudar de clube, nesta altura da vida. Como se eu fosse mudar, só porque vocês gostavam, ou porque um bimbo torcionário como o Salazar  favorecia o Benfica. Como se nenhum democrata gostasse da Amália (a fadista). Como se fosse normal alguém dizer à/ao companheira/o "olha, eu pensava que gostava de ti, mas descobri que és imperfeita/o portanto vou-me mudar para o 3º Frente.."

Se querem que vos diga, esse tipo de radicalismos generalistas assemelha-se demasiado a um resquício dos complexos recalcados de inferioridade, esses sim, próprios de certos ambientes de autoritarismo mesquinho. Cresçam, pá.

BENFIIIIIIICAAAAAAA!!!!!!

Buraco tapado por Citadina às 12:12
Link do post | Tapa também | Ver comentários (7)
Domingo, 24 de Agosto de 2008

A minha selecção

 

Os Jogos Olímpicos de Pequim terminaram hoje, com a melhor prestação portuguesa de sempre, o que parece impossível depois do histerismo reinante nos media e nas declarações inflamadas, recheadas de caprichos, de avanços e recuos nas intenções de demissão, ou não recandidatura, ou coisa que o valha, do Presidente, ou comandante-em-chefe ou lá o que é do Comité Olímpico de Portugal e outros.

Por mim, viva o Marco Fortes, cambada de sisudos! O que é que o homem fez, afinal?! Não foi convencionalzinho, o malandro? Pois quem nunca proferiu uma gafe cabeluda que atire o primeiro peso!

De qualquer forma, não tem a mínima importância, a memória é curta, curta, também já ninguém se lembra daqueles que há uns anos não sabiam quantos Cantos têm os Lusíadas nem dos do PIB-é-só-fazer-as-contas, se calhar já nem daquela localidade chamada Alcochete-Jamé, portanto daqui a dois meses também já ninguém se lembra da caminha de manhã, que, diga-se de passagem é muito menos grave e embaraçosa do que as supra-citadas.

Parabéns ao Nélson e à Vanessa, pelas medalhas, e à Naide Gomes e ao Gustavo Lima, pela falta delas. Eles sabem muito bem que essa falta não lhes retira mérito pessoal nenhum.

Parabéns ainda a todos os outros pela participação. Convém não esquecer que participar não é para qualquer um, não é para vocês nem para mim, que até nos saíam os pulmões pela boca se corrêssemos 10 Kms e morríamos de certeza a meio do triatlo.

É preciso ser muito bom e trabalhar muito, ter vontade férrea e dedicação extrema para lá estar e por isso vocês são a minha selecção.

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 21:36
Link do post | Tapa também
Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Os portugueses nos Jogos Olímpicos de Pequim

Hoje finalmente ia pronunciar-me sobre o assunto, a prestação dos atletas portugueses, os comentários que têm feito à imprensa e as críticas de que têm sido alvo.

Mas não vale a pena: o que há a dizer está aqui, aqui e aqui.

Eu subscrevo de uma ponta à outra.

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 09:44
Link do post | Tapa também | Ver comentários (1)
Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Enganada - parte dois

Porque foi na segunda parte que aquilo começou a correr muito mal. Eu tento não ligar ao futebol, mas ontem foi demais. Ainda por cima, depois de eu ter torcido, sim, torcido - isto para me ir habituando ao acordo ortográfico - pelo Sporting quando eles se ferraram - isto também faz parte, não é? - frente aos hooligans do Glasgow Rangers. Verdade seja dita que isso só aconteceu porque alguns deles - dos hooligans - estavam a destruir a carruagem de Metro onde eu viajava e isso chateou-me sobremaneira, filhos de um comboio de putas. Mas seja como for, torci.
Para agora ter que levar (isto tanto pode ser gíria adolescente como parte do acordo ortográfico, escolham) com as parangonas de um jornal chamado Record que o meu colega se apressou a por (isto, sem acento circunflexo, também é) em cima da minha secretária esta manhã, decerto para me "Recordar" que não há justiça no mundo, porque o mínimo que eles deviam ter feito era ter-nos deixado ganhar como estavam a fazer tão bem na primeira parte.
Claro que já lá fui por (pumba, outra vez) em cima da dele o meu caixote do lixo, e quando ele se dignar a tirar esta merda daqui, eu prometo tirar a minha de lá também.

Mas voltando ao cerne da questão, aquilo que me deixa louca, ou deveria dizer doidona (para me ir habituando) é tentar explicar a mim própria (sem êxito nenhum - como é que se escreverá "êxito" em brasileiro? Ah, já sei, deve ser "sucesso") como é que alguém, nomeadamente eu própria, pode ser do Benfica. Eles são bons? Não. Eles são uma equipa? Não. Eles têm dirigentes competentes? Não. Eles dão alegrias aos adeptos? Não. Eles são uma vergonha para os torcedores (boa!!!)? Sim. Então, porque porra é que eu sou do Benfica??!?!!
São este tipo de irracionalidades que lixam toda minha existência, pá, estou convencida!
 
Buraco tapado por Citadina às 10:47
Link do post | Tapa também | Ver comentários (5)
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Começa muito mal

O ano de 2008 sem Lisboa-Dakar.

Buraco tapado por Citadina às 14:31
Link do post | Tapa também
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

Parabéns selecção

E parabéns "mister" Scolari.
Resisti até agora - e já lá vai quase um ano - a falar aqui abertamente sobre futebol, esgueirando-me do assunto com apenas três referências vagas.
Pois chegou a hora de acabar com esse jejum e manifestar o meu franco apoio a Scolari como seleccionador da equipa principal de futebol profissional.
É certo que ultimamente ele tem cedido aos nervos de formas bastante infelizes, mas também tem sofrido as consequências inerentes. Mas mais do que as consequências expectáveis, têm também sofrido o ataque constante de um bando de abutres cegos pela ânsia de carniça, que não conseguem distinguir entre o que é justamente exigível e a perfeição.
Facto é que o homem levou uma selecção de futebol ao título de campeões do mundo e outra diferente ao quarto lugar de idêntica competição. Haverá assim muitos outros treinadores de futebol que possam dizer o mesmo de si próprios? Não me parece.
Facto é que Scolari levou a nossa selecção a atingir classificações que esta quase nunca tinha atingido. Fomos muitas vezes vice-campeões europeus? E estivemos muitas vezes entre os quatro melhores do mundo? Não, pois não?
Ontem, Scolari, como dirigente técnico máximo da selecção portuguesa de futebol, levou esta a mais uma qualificação para o Campeonato Europeu de Futebol em 2008. Cumpriu - mais uma vez - os objectivos.
Portanto muito me espanta ver alguns - pronto, muitos - comentadores e jornalistas viciados em crítica cega quererem fazer disto algo parecido com um fracasso em toda a linha.
É que essa gente parece estar muito convencida que tem poderes especiais de análise e que vê aquilo que Scolari não vê, e que tem muito a ensinar ao seleccionador sobre futebol em geral e como desempenhar as funções de seleccionador em particular. Treinadores de bancada, portanto.
Mas falar da bancada, ou de um elegante estúdio de televisão, para analisar à lupa todo e qualquer defeitozinho, toda e qualquer falha, negligenciando ou mesmo ignorando os resultados, é que me parece uma análise muito parcial, pouco racional, nada justa, nada séria.
Não sei o que tanto os excita no fracasso alheio. Mas suspeito ser o triste corolário que afirma que "misery loves company".

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 10:33
Link do post | Tapa também
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2007

Vencer é isto

Vanessa Fernandes sagrou-se no passado Sábado campeã mundial de triatlo. De novo: foram  1,5 km de natação, 40 km de bicicleta e 10 km de corrida em uma hora e cinquenta e três minutos. Se isto não é espectacular, então não sei o que será.
 
Tags:
Buraco tapado por Citadina às 11:05
Link do post | Tapa também | Ver comentários (1)
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

O salto


Nelson Évora, 21 anos, sagrou-se ontem campeão mundial - sim, mundial - de triplo salto. A bandeira portuguesa subiu mais alto no mastro enquanto se ouvia em Osaka o hino nacional.
O atletismo português volta aos tempos áureos carregados de emoção. Felizmente, há vida para além do futebol.
 
Tags:
Buraco tapado por Citadina às 17:39
Link do post | Tapa também | Ver comentários (2)
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

Go girl !

Vanessa Fernandes venceu este fim de semana, em Madrid, pela 5ª vez consecutiva uma etapa da Taça Mundial de Triatlo.
Estamos a falar de 1,5 km de natação, 40 km de bicicleta e 10 km de corrida.
Pronto. É só porque ela é uma atleta a sério, sem luxos nem ostentações, não é fashion nem conduz Ferraris, mas merece mil destaques como este, que eu cá estou farta da selecção!

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 15:06
Link do post | Tapa também
Domingo, 21 de Janeiro de 2007

Parabéns!!

A TODOS os participantes portugueses do Lisboa-Dakar 2007 pela sua fantástica prestação!

(fotos "roubadas" aqui)

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 23:50
Link do post | Tapa também
Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2007

Primeira especial Lisboa-Dakar 06-01-2007

E aqui está, como prometido, no entanto com atraso de mais de uma semana devido a "problemas técnicos", mais conhecidos como aselhice informática da minha pessoa.

Estas fotos foram tiradas por mim na Zona de Espectáculo 2, nas Sobreiras Altas, Grândola.

Não há Carlos Sousa porque ao km 62 ele já vinha "colado" ao carro que partiu antes dele e quando passou por mim, eu ainda estava a comer o pó que o Schlesser levantou e não tive tempo de preparar a máquina.

Não há camiões porque lamentavelmente a pista ficou intransitável uns quilómetros antes do sítio onde eu estava e a organização teve de fazer uma alteração de rota, pelo que nenhum camião passou pela ZE2.

Espero que gostem, mesmo assim.

 

 

 

 

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 10:09
Link do post | Tapa também
Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007

Afinal era só o argumento de uma telenovela mexicana - ou: como fabricar uma notícia

Para não andarmos aí a acreditar na primeira coisa que se diz.

E assim lá ia, a credibilidade, o profissionalismo, a lucidez de uma pessoa, só de uma penada.

E o mais assustador é que a primeira versão do acontecido foi veiculada pela ORGANIZAÇÃO do Dakar, uma fonte supostamente credível, que posteriormente retirou toda a informação falsa do site.

Frightening, I tell you.

Buraco tapado por Citadina às 16:49
Link do post | Tapa também

"Já não brinco mais contigo" em actualização

Colega - Afinal o Carlos Sousa não abandonou o co-piloto.
Citadina - Então?
Colega - o co-piloto saiu para o ajudar numa manobra, veio uma tempestade de areia e perderam-se um do outro só que o Carlos Sousa estava dentro do carro e o outro ficou na borrasca. (versão oficial)
Citadina - Pois, pois.
Buraco tapado por Citadina às 16:06
Link do post | Tapa também

Eu às vezes também me apetece abandonar certas pessoas no meio do deserto

No chat:
 
Colega - oi
Citadina - oi
Colega - Sousa numa pilha de nervos... (carros) (número 313)
N° 313, SOUSA/SCHULZ - VOLKSWAGEN, SUPER PRODUÇÃO Após ter perdido preciosos minutos por ter encalhado numa duna, o piloto português Carlos Sousa, furioso com o seu co-piloto Andreas Schulz, retomou a prova sem esperar por este último. O co-piloto alemão procura agora desesperadamente piloto e carro desde há 45 minutos.
Citadina - estás a brincar?!
Colega - 15:50: Sousa perde as estribeiras... a novela continua (carro) (número 313)
N° 313, SOUSA/SCHULZ - VOLKSWAGEN, SUPER PRODUÇÃO Após ter abandonado de um momento para o outro o seu co-piloto Andreas Schulz na especial, o piloto português Carlos Sousa espera agora o alemão ao km 299 da especial.
Citadina - isto é verdade?!
Colega - http://www.dakar.com/2007/DAK/LIVE/pt/700/r7_2-depeches.html
Citadina - e como é que é suposto o Andy apanhá-lo?! A pé?! O gajo passou-se!!
Colega - depois voltou para tras
Colega - ou talvez não
Colega - sei lá passou-se
Citadina - eu nem comento... esta merda das hormonas!! porra, e ter juizinho, não?!
Colega - só vai perder um tempito
Citadina - enfim, já f*deu o Dakar...
Colega - não, ainda pode fazer melhor
Citadina - sim, pode matar o co-piloto e levar o cadáver arrastado até à meta
Citadina - fora do carro
Colega - Era giro...
Buraco tapado por Citadina às 15:43
Link do post | Tapa também
Segunda-feira, 8 de Janeiro de 2007

Só uma pergunta

Quem é o Atlético de Alcântara?...

Sejam quem forem, são os meus heróis, depois do Carlos Sousa.

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 13:02
Link do post | Tapa também | Ver comentários (1)

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita