Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

Este post podia ser meu...

... se em vez de a um gato se referisse a uma certa gata que eu tenho lá em casa.

Tags: ,
Buraco tapado por Citadina às 18:29
Link do post | Tapa também | Ver comentários (6)
Terça-feira, 16 de Novembro de 2010

Mini-tigre afugenta dinossauro

 

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 12:41
Link do post | Tapa também | Ver comentários (5)
Terça-feira, 26 de Outubro de 2010

Gato selvagem prepara ataque a dragão de Komodo doméstico

 

 

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 10:32
Link do post | Tapa também | Ver comentários (6)
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Gostar de gatos

 

 

 

 

 

Buraco tapado por Citadina às 17:24
Link do post | Tapa também | Ver comentários (7)
Sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

Pedra lapidar

Antes que me esqueça e para depois não dizerem que não sabiam, favor mandar gravar (em vez daquelas merdas do "esposa, mãe e filha querida"):

 

"Teve um gato que a salvou da morte cerebral mais que uma vez. Infelizmente o gajo já morreu há uns bons anos [*], portanto era de esperar que isto acontecesse."

 

[* Fez há uma semana sete, e eu ainda tenho muitas saudades.]

Buraco tapado por Citadina às 16:22
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Vou fugir de casa, aliás, do país

A gata voltou a não lavar a louça, como lhe tinha sido incumbido (Sim, louça, uma herança fonética da minha família do Porto. Ainda não consigo dizer loiça, passados trinta anos, acho que é de desistir...).

Além de não participar nas tarefas da casa, o felino faz questão de arranjar todos os dias umas novas para mim. Se não a escovo, limpo-lhe o vomitado, se a escovo... bom, escovo-a, é uma tarefa.

Gosta muito do meu sofá mas só quando eu estou lá sentada. Quando não estou (sequer em casa) gosta dos outros todos e eu sei isso porque eles agarram muito bem o pêlo dela.

Também gosta muito da minha cama, mas sabe bem que a cama não é só minha e a co-proprietária faz questão de a partilhar comigo em exclusividade (mesmo quando vive num outro quarto do oposto hemisfério, com vista para o Índico). Por isso contenta-se com os sofás e os tapetes, em recorrentes e energéticas crises de alopecia.

Considera tudo seu e eu, desterrada emocional, não tenho forças nem vontade de contestar. Que tenha bom proveito. Eu vou de férias. Volto no dia 16. E nessa altura limpo a casa.

Buraco tapado por Citadina às 16:30
Link do post | Tapa também | Ver comentários (14)
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

À caça do mosquito (a)traído pela luz

(Foto minha)

Buraco tapado por Citadina às 12:54
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

Cenas da vida conjugal (revisited with a jet lag)

Sexta-feira à noite, sofazando.
O filho pródigo chega a casa e diz:
"Que horror, cheira imenso a tabaco!", o que faz a mãe erguer-se de um salto para abrir as portas da sala, que dão para a varanda, de par em par (and did I mention it was 12ºC outside ??!!)
De imediato entra uma varejeira nojenta que tenta a todo custo escapar da morte por hipotermia e é a minha vez de intervir com um sonoro "Fecha isso, caramba!", e para a gata: "Do something about it, you're the cat in the house!"
Nada.
Passados trinta segundos de nojo e ansiedade, finalmente uma reacção. A gata começa a emboscar o insecto asqueroso.
"Ah! Até que enfim! Caça! Mata!"
Cosmo, de volta ao sofá, diz: "I could have killed it. I may not be the cat in the house, but I have a pantufa."

Buraco tapado por Citadina às 14:46
Link do post | Tapa também | Ver comentários (7)
Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007

Dedicado ao gato que me tinha

Dedicado ao gato que me tinha, que me punha em cuidados, que me seduzia, que me acompanhava só quando queria, que me mordia e arranhava, em quem eu batia e a quem gritava, que me divertia como ninguém e que eu amava.



Ah, esse cara
Tem me consumido
A mim e a tudo que quis
Com seus olhinhos infantis
Como os olhos de um bandido
Ele está na minha vida
Porque quer
Eu estou pro que der e vier
Ele chega ao anoitecer
Quando vem a madrugada
Ele some
Ele é quem quer
Ele é meu homem
Eu sou apenas uma mulher.

Não sei porquê, e pronto lá vou eu ficar com fama de ter taras sexuais com animais, mas esta letra do Chico Buarque faz-me sempre pensar nele, nesse Genghis Khan, nesse lorde vagabundo, nesse boémio endiabrado, que um dia (há quatro anos) teve que me deixar, morrendo num voo desastrado atrás de um pombo que não caçou, o malvado.
Tags:
Buraco tapado por Citadina às 12:02
Link do post | Tapa também | Ver comentários (6)
Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007

Amigos para sempre

(post dedicado à minha cunhada R., com um nó na garganta...)

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 15:35
Link do post | Tapa também | Ver comentários (1)

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita