Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Gostar de gatos

 

 

 

 

 

Buraco tapado por Citadina às 17:24
Link do post | Tapa também | Ver comentários (7)
Terça-feira, 28 de Abril de 2009

Restaurante Luca

Ciente de que as probabilidades são todas contra os estados de graça durarem muito tempo, aproveito, enquanto é oportuno, para tecer elogios a um restaurante lisboeta, que espero que nunca se estrague: o Luca, na Rua de Santa Marta.
O serviço é ultra atencioso, simpático e profissional (e também tem muitos sotaques e nenhum é português de Portugal, mas eu não sou a Manuela Ferreira Leite para me importar com isso); a ementa é criativa e diversificada; a confecção e qualidade dos pratos (entradas, pratos fortes e sobremesas) é simplesmente excepcional; há um bar de tapas que também é sala de espera e zona de fumo.
Quem chega sem reserva só por milagre não terá de aguardar pacientemente por uma mesa mas é bem recebido e informado com tolerável intervalo de confiança sobre os tempos de espera e, last but not the least, não sendo propriamente barato, os preços são comportáveis e adequados.
Tudo isto é resultado de uma evidente gestão de excelência, com obsessiva atenção aos detalhes e aspirações perfeccionistas no que toca ao essencial.
Pronto. Agora ide lá enchê-los de soberba, ide!
Buraco tapado por Citadina às 16:04
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Quarta-feira, 18 de Março de 2009

No Twitter ReTwita-se? Aqui RePosta-se. Para divulgar boas causas.

 

Conferência “Políticas Integradas contra a Discriminação das Pessoas LGBT / Mainstreaming LGBT Anti-Discrimination Policies”

 

Centro de Informação Urbana de Lisboa (Picoas Plaza) - 27 e 28 de Março de 2009

 

Dia 1 Sexta-feira, 27 de Março de 2009

 

9h-9h30Boas-Vindas e Inscrição

9h30-10h Sessão de Abertura António Costa*, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa

Elza Pais, Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género

Robert Jan van Houtum, Embaixador do Reino dos Países Baixos em Lisboa

Paulo Côrte-Real, Presidente da Direcção da Associação ILGA Portugal

 

10h-11h20 Painel 1 – em boas mãos: Segurança, Justiça e as Pessoas LGBT

Moderação: Miguel Pinto, Dirigente da Associação ILGA Portugal Intervenções: Paul M Cahill MBE, Chief Inspector, Presidente da Gay Police Association (Reino Unido) Victor Argelaguet, Guàrdia Urbana de Barcelona, Presidente da GayLesPol, Secretário da European Gay Police Network (Catalunha, Espanha) Fernando Grande Marlaska, Juez Instructor de la Audiencia Nacional (Espanha) Comentário: Rui Sá Gomes*, Secretário de Estado da Administração Interna (Portugal)

11h20-11h30 Pausa para café

 

11h30-13h Painel 2 – um pé na porta: o Acesso das Pessoas LGBT ao Trabalho e à Solidariedade Social

Moderação: Luísa Corvo, Coordenadora do Grupo de Intervenção Política da Associação ILGA Portugal Intervenções: Joke Swiebel, ex-Eurodeputada e ex-Presidente do Intergrupo LGBT do Parlamento Europeu (Países Baixos) Ronald Holzhacker, University of Twente, Senior EU Expert, Network of Socio-Economic Experts in Anti-Discrimination Luisa López, Division Director - Human Rights & International Affairs, National Association of Social Workers (EUA) Comentário: Edmundo Martinho*, Presidente - Instituto de Segurança Social, I.P. (Portugal) Alexandre Rosa*, Vice-Presidente - Instituto do Emprego e da Formação Profissional, I.P. (Portugal)

13h-14h30 Almoço

 

14h30-16h15 Painel 3 – mens sana in corpore sano: Educação e Saúde Inclusivas

Moderação: Maria José Alves, Associação para o Planeamento da Família/Médicos pela Escolha

Intervenções: Evelyne Paradis, Policy Director - ILGA Europe Rita Paulos, porta-voz e ex-Presidente da rede ex aequo (Portugal) José Maria Nuñez Blanco, Fundación Triángulo (Espanha) Comentário: Brigitte Degen, DG Employment Social Affairs and Equal Opportunities - Anti-Discrimination Unit (União Europeia) Jesuína Ribeiro, Subdirectora-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (Portugal)

16h15-16h30 Pausa para café

 

16h30-18h Painel 4 – bons olhos os vejam: Boas Práticas de Políticas Transversais Moderação: Paulo Côrte-Real, Presidente da Direcção da Associação ILGA Portugal Intervenções: Xavier Verdaguer i Ribes, Responsable - Programa per al col•lectiu de gais, lesbianes i transsexuals (Catalunha, Espanha) Els Veenis, Senior Policy Advisor - LGBT Policy Affairs (Países Baixos) Martha Franken, Senior Advisor – Coordinator, International Equal Opportunities Policies (Bélgica)

Comentário: Jorge Lacão*, Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros (Portugal)

 

Dia 2 Sábado, 28 de Março de 2009

 

11h30-13h Painel 5 – Corpo de delito: Identidade de Género e Discriminação

Moderação: João Pereira, Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género

Intervenções: Carla Moleiro, Professora de Psicologia Social – ISCTE; investigadora – Projecto TRANSformation (Portugal) Baastian Franse, Assistente Social - Transvisie, centrum voor genderdiversiteit (Países Baixos) Julia Ehrt, Co-Presidente – Transgender Europe

Comentário: Vasco Prazeres, Chefe de Divisão de Informação, Comunicação e Educação para a Saúde da Direcção-Geral da Saúde (Portugal)

13h-14h30 Almoço

 

14h30-16h30 Painel 6 – direito ao coração: Discriminação das Relações Familiares das Pessoas LGBT

Moderação: Maria José Magalhães, UMAR Intervenções: Robert Wintemute, Professor of Human Rights Law, School of Law, King’s College London (Reino Unido) Susan Golombok, Directora do Centre for Family Research, Cambridge University (Reino Unido) Ignacio Solá, Subdirector General de Promoción, Normativa y Desarrollo Social de la Dirección General contra la Discriminación - Ministerio de la Igualdad (Espanha) Miguel Vale de Almeida, Professor de Antropologia - ISCTE (Portugal)

Comentário: Elza Pais, Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (Portugal)

16h30-16h45 Pausa para café

16h45-18h30 Encerramento

 

Faça a sua pré-inscrição pelo e-mail conferencia@ilga-portugal.pt

Entrada livre. Possibilidade de obter certificado de participação.

Mais informações e actualizações permanentes em http://www.ilga-portugal.pt/conferencia2009/

Associação ILGA PORTUGAL

Email: ilga-portugal@ilga.org

http://www.ilga-portugal.pt/

Centro LGBT Rua de S. Lázaro, 88 1150-333 Lisboa

Metro: Martim Moniz Autocarro: 790

Telefone: 218 873 918 | 969 367 005

Fax: 218 873 922

 

(via Tangas Lésbicas)

Buraco tapado por Citadina às 16:06
Link do post | Tapa também
Terça-feira, 17 de Março de 2009

As iniciativas que faltavam

Falo por mim mas sempre achei que um blog, além de outras coisas, é também uma ponte para socializar, para abrir horizontes, conhecer ideias diferentes mas também as pessoas por detrás dessas ideias.

A blogosfera, como espaço comum em que essas ideias são divulgadas e discutidas, carece por vezes de uma humanização ou personalização que extrapole do mundo virtual para o mundo real.

Por isso, recebo com agrado duas iniciativas de encontro de bloggers, uma em Maio, no Porto e outra em Junho, em Lisboa.

Eu conto estar nas duas. Cliquem nas respectivas imagens, em baixo, para mais informações.

 

 

 

Buraco tapado por Citadina às 10:45
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008

Publicidade a cerveja não tem que ser boçal #1

Buraco tapado por Citadina às 11:58
Link do post | Tapa também | Ver comentários (1)
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

Salto Alto - aquele bar

(imagem roubada aqui)

 

Os bares dos amigos são, à partida, melhores que os outros nem que seja só porque lá toda a gente sabe o nosso nome, como ilustrava aquela velhinha série televisiva.

A Cátia e a Rita não são nossas amigas íntimas. Mas a Cátia e a Rita (e a Mónica e o Lino) recebem-nos no seu bar com um sorriso aberto e um contentamento genuíno e, sim, tratam-nos pelo nosso nome. E sendo assim, porque não falar em amizade?!

Estes quatro cavaleiros de noites apocalípticas embarcaram na aventura de (man)ter um bar no Bairro Alto que não seja só mais um investimento comercial, e que seja, em vez disso, um compromisso pessoal e um projecto de vida. Especulo, claro, em relação às suas apostas e aspirações, mas arrisco fazê-lo por sentir que não ando muito longe da verdade.

Mas fingindo que não os conheço mesmo e que me são indiferentes o calor e o sorriso com que nos recebem, e aplicando toda a objectividade na crítica, assumo que o entusiasmo me invadiu assim que entrei e me apercebi que é permitido fumar no interior. E nem se nota, vos garanto, graças a um eficiente sistema de extracção de fumos.

A ampla porta aberta ajuda, claro, mas, mais do que isso, ela é a metáfora perfeita da noção de que se é bem-vindo e do acolhimento como estandarte de um espaço de convívio.

A decoração é bem conseguida: de um lado, dois grandes nichos rectangulares, harmoniosamente iluminados rasgam a parede branca com linhas elegantes e alojam os fluídos engarrafados que aguçam o apetite da nossa ebriedade.

Do outro, uma combinação de espaços estilizados: um canto molemente sentado para maior recato, uma parede feérica de pele vermelha, a saída discreta para os lavabos.

Ao fundo, uma pequena pista de dança termina numa parede padronizada com figuras heráldicas. Ao meio, no lugar de honra, estende-se o balcão e as cadeiras altas e tudo isto é coroado pelos arcos de pedra da casa original, que foram mantidos.

Dentro do Salto Alto, a principal sensação com que se fica é de que é fácil a circulação e prazeirosa a permanência. O alto pé-direito consubstancia uma atmosfera respirável e uma impressão de amplitude num espaço que, bem vistas as coisas, não é propriamente enorme. Um paradoxo feliz, portanto.

A música é excelente! O critério na escolha não é de sofisticação nem vanguardismo e, felizmente, também não é dado a new waves nem budhas! Creio que é simplemente um critério de familiaridade, de identificação pessoal, de saudosismo talvez, mas o resultado musical é entusiasmante como, de resto, convém a qualquer bar.

E então, vemo-nos por lá um dia destes?

 

Salto Alto - Rua da Rosa, 159 - Bairro Alto - Lisboa

 

Buraco tapado por Citadina às 12:34
Link do post | Tapa também | Ver comentários (1)
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

Já agora...



... também lhe podiam ter chamado "foda-se".

Buraco tapado por Citadina às 16:16
Link do post | Tapa também | Ver comentários (2)
Quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

Orgulho parvo



Buraco tapado por Citadina às 15:15
Link do post | Tapa também | Ver comentários (20)
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Novo slogan da EMEL


Via e-mail.

Buraco tapado por Citadina às 14:54
Link do post | Tapa também | Ver comentários (3)

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Contadores

Quem nos cita