Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008

À beira de uma 3ª Guerra Mundial?

Na entrevista que deu à ABC News Sarah Palin mostra quão mentirosa, manipuladora e perigosa é, utilizando sempre dois pesos e duas medidas, conforme lhe dá jeito. Não hesita sequer em pôr a hipótese de iniciar uma possível 3ª Guerra Mundial, admitindo declarar guerra à Rússia se a Geórgia voltar a ser invadida depois de entrar para a NATO! Segundo palavras suas "Temos que vigiar a Rússia. É inaceitável que a Rússia tenha invadido um país democrático mais pequeno, sem que tivesse havido qualquer provocação"...

No entanto, quando questionada sobre se pensava que os americanos tinham o direito de atravessar as fronteiras (através do Afeganistão para o Paquistão), com ou sem a aprovação do Governo do Paquistão, para perseguir terroristas que estejam na zona do Waziristan, respondeu "Acredito que a América tem de utilizar todas as opções de forma a impedir os terroristas que estejam infernalmente decididos a destruir a América e os seus aliados. Temos de ter todas as opções ali em cima da mesa."

 

Vale a pena lembrar que a decisão do presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili de atacar a capital da Ossétia do Sul, Tskhinvali, a 7 de Agosto deste ano, dia da abertura dos Jogos Olímpicos, depois da visita de Condoleeza Rice a Tbilissi, capital da Geórgia, na véspera do ataque, pode ter tido como objectivo duas coisas: reforçar a sua posição interna, debilitada pelo facto de, como presidente, não ter cumprido as suas promessas ao eleitorado georgiano (repressão, aquando do 2º mandato, de milhares de manifestantes que protestavam contra as fraudes eleitorais, corrupção, autoritarismo e desastre económico; mais de um terço da população viver abaixo da linha de pobreza; o desemprego oficial ser de 16% , quando na realidade é muito superior; a pensão mensal ser de cerca de 16 €; a actual legislação laboral permitir o despedimento dos trabalhadores sem justa causa, etc.) e forçar a adesão à NATO, proposta por Bush há meses atrás e recusada pelos parceiros europeus, contando para isso com o apoio dos EUA em caso de intervenção da Rússia. Se os aliados europeus tivessem concordado com a adesão da Géorgia à NATO, teriam então de ter declarado guerra à Rússia.

Segundo declarações na altura ao The Financial Times do vice-ministro da Defesa da Geórgia, Batu Kutelia, Tbilissi decidiu atacar Tskhinvali, não obstante o governo georgiano não dispôr de forças suficientes para enfrentar as consequências.
Também o embaixador norte-americano na Rússia, John Beierly declarou então ao diário russo Kommersant "Vemos que as tropas russas tiveram toda a razão ao responder ao ataque (do exército georgiano) contra as forças de manutenção da paz da Rússia na Ossétia do Sul".


A esta pergunta "Geórgia - A América pretende confrontar a Rússia?" feita neste post aqui, a resposta é dada por Sarah Palin: Sim, pretende. E pretende mais do que isso, pretende pôr a ferro e fogo toda a região do Médio Oriente e Ásia, incluindo o Irão, não se importando para isso, de envolver a Europa na guerra.

 

O que é irónico é que os EUA e a Europa critiquem o reconhecimento da independência da Ossétia do Sul e da Abecásia quando eles próprios reconheceram unilateralmente a independência do Kosovo, violando a Carta da ONU sobre a integridade territorial dos Estados e o princípio da inviolabilidade das suas fronteiras. E o que dizer sobre a benção dada pelos EUA e pela Europa à política externa de Israel relativamente à Palestina, Síria e Líbano? Para quando o retorno de Israel às suas fronteiras iniciais? Ou da invasão e destruição do Iraque pelos americanos à revelia das Nações Unidas? Disso ninguém fala, claro!

Buraco tapado por Cosmopolita às 15:42
Link do post | Tapa também | Ver comentários (5)
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Começa muito mal

O ano de 2008 sem Lisboa-Dakar.

Buraco tapado por Citadina às 14:31
Link do post | Tapa também
Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

9/11

New York City will mark the event as it has for the past five anniversaries with a solemn ceremony punctuated by the reading of names of the 2,750 innocent people who died at the World Trade Center. (Reuters)

Os iraquianos, não querendo deixar de seguir tão comovente exemplo, estão ainda indecisos sobre que data escolher para começar a ler os nomes de todas as vítimas inocentes que já morreram na guerra injusta, ilegal e imoral que lhes arrasou o país nos últimos anos.
Já estão a organizar turnos e prevêem demorar cerca de três meses, se lerem ininterruptamente 24 horas por dia. Ou mais.

Buraco tapado por Citadina às 10:19
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006

O terrorista do outro 11 de Setembro

Morreu (ontem) Augusto Pinochet , "um torcionário do piorio, um fantoche dos americanos, responsável pela tortura e morte de milhares e milhares de chilenos", como alguém que me é muito querido o descreveu.

Pena, muita pena, muito injusto que não tenha sido julgado pelos seus crimes hediondos, mas de qualquer forma vira-se assim definitivamente uma página negra da história do Chile.

Buraco tapado por Citadina às 10:24
Link do post | Tapa também

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Outras ruas

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Contadores

Quem nos cita