Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007

Voltar


Hoje, porque tudo me corre mal - e apenas por isso - vou fugir. Vou-me teletransportar para a minha ilha tropical de sonho, não correndo assim o risco de a viagem de avião demorar o tempo suficiente para que me possa arrepender da arrancada.

A violência catódica do processo vai-me provocar uma espécie de amnésia, e a única coisa de que me vou conseguir lembrar é que basta pedir se faz favor para se obter aquilo que se pretende.
Isto num mundo virgem, sem dinheiro nem família.

Vou pescar um grande peixe na minha canoa - aquela que acabaram de me dar porque eu pedi se faz favor - e vou decidir que a partir desse momento não quero nada que não seja uma vida nómada numa economia de subsistência, logo, sem serviços de apoio ao cliente nem organizações de defesa do consumidor.

Vou aprender a fazer fogo com dois pauzinhos. Isso, com grande probabilidade, ocupar-me-á pelo menos uma semana.
Depois posso voltar, com a alma lavada.

Buraco tapado por Citadina às 18:08
Link do post | Tapa também
10 comentários:
De Ferónica a 7 de Dezembro de 2007 às 21:30
Há dias assim.
Mas olha que essa semaninha que planeias fazer não me parece nada mal. Eu apenas crescentaria: Uma caixa se fósforos se faz favor. É que passar uma semana a tentar fazer lume com dois pausinhos pode ser muito desesperante.
Bom fim de semana
De Ferónica a 7 de Dezembro de 2007 às 21:32
Credo, escrevi pausinhos? Ia escrever paus e depois deu-me para diminutivos. Desculpa, pauzinhos.
BjZ, ops Bjs
De Citadina a 10 de Dezembro de 2007 às 15:03
Querida Ferónica,
Eu sou uma pessoa muito paciente :-)
Paciência de chinesa, diria, daí os pauzinhos. A ideia de me concentrar neles, ir experimentando, percebendo a mecânica, melhorando a técnica, desvendando os segredos, continua a parecer-me muito atraente, mesmo agora que já estou muito mais bem disposta.
Claro que também não sou parva, e em caso de desespero era de bom grado que olharia para o lado e te veria com a tal caixa de fósforos na mão
E obrigada pelos votos de bom fim de semana: foi!
Beijinhos!
De -pirata-vermelho- a 7 de Dezembro de 2007 às 23:04
Não volte!
1 vou lá ter consigo e conversamos imenso acerca de tudo, mesmo que seja sem tema
2 pode ser que se inicie um movimento de abandono que deixe 'estes gajos' finalmente sós
3 se volta, volta ao mesmo - é a frustraçãodas férisa compelidas ainda que pareçam fuga...
De Citadina a 10 de Dezembro de 2007 às 15:11
Querido Pirata,
De facto, não voltar é sempre uma grande tentação, mesmo quando se sabe que a sensação de voltar é normalmente boa. Pelo menos, a de voltar a casa...
Fugas (as minhas) são assim: distracções, desfocagens, relativizações. Na maioria das vezes conseguem fazer o truque: lavar-me a alma.

E para quando um blog seu? Achamos que tem potencial !!
De nnannarella a 8 de Dezembro de 2007 às 00:58
Se te concentrares, moves céus e mares, já diz a Musashi que alguém disse. Por isso, isso de algo correr mal é pura ilusão enganadora. Antes ou depois de entrares na canoa, passa pelo Core Mio, que tens algo para ti e Cosmo, se quiserem cinefilamente tertuliar, antes da tertúlia clássica, com viola, voz e tangos, um dia destes, oxalá antes dos natais, mas benvinda depois deles também. Beijos saudosos. O que fazem amanhã?
De Citadina a 10 de Dezembro de 2007 às 15:13
Querida Nnanna,
Beijos saudosos daqui também, passagem efectuada e resposta em preparação!
De Rita a 10 de Dezembro de 2007 às 15:08
Posso ir contigo??
O peixe chega para todos?
E posso levar o isqueiro? É que os dois pauzinhos são uma ideia gira, mas até funcionarem eu não fico sem fumar!...
E não voltamos, não! Criamos o nosso universo paralelo... Sem poluições, de alma ou outras...
De Citadina a 10 de Dezembro de 2007 às 15:22
Cunhadinha,
Há muito peixe no mar, lá dizia a canção, embora haja cada vez menos de tudo em todo o lado.
Mas o peixe ainda chega para um grupo de aventureiros fartos do stress da cidade subsistir, estou convencida.
E a ideia de estares pacientemente à espera que eu fizesse uma fogueirinha para cozinhar o jantar enquanto ias acendendo os teus cigarros com um isqueiro é hilariante! E eu só levaria pessoas que me façam rir, portanto... Sobe a bordo!
Beijo grande!
De Rita a 10 de Dezembro de 2007 às 15:57
Não!!! Eu não ia ficar a ver-te fazer fogo com dois pauzinhos enquanto fumava alarvemente! O isqueiro é do povo e acende lumes também! Só que até dominarmos a arte dos pauzinhos, convém termos uma forma segura... Depois de sermos peritas, o gás até pode acabar e tudo, mas até lá deixem-me fumar de vez em quando... Senão lá se vai a paz de espírito e o mundo perfeito...

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita