Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

Marcha LGBT Lisboa 2008

Já está marcada e tem um slogan a ironizar uma nova moda dos políticos: a de empregar o termo "fracturante" quando não lhes interessa discutir um determinado assunto.

O blog da Marcha, aqui.

Tags: ,
Buraco tapado por Citadina às 12:47
Link do post | Tapa também
5 comentários:
De A metade a 5 de Junho de 2008 às 19:45
Quem ganhou o ano passado? Moraria? Bica? bairro alto? Alfama?
Não conheço esse bairro de Lisboa... Achas que tem hipoteses de ganhar as marchas populares?
De A metade a 5 de Junho de 2008 às 19:46
Desculpa esqueci-me de perguntar quem são os padrinhos?
(estou mesmo parvo... sabes são dias...)
Beijos!
De Citadina a 6 de Junho de 2008 às 11:16
Eles não deixam este bairro participar porque ele é tipo Porto em futebol, ganha sempre, por isso excluíram-no das marchas de Lisboa.
Sendo assim, houve a necessidade de inventar uma marcha adicional, que é esta...

Quanto aos padrinhos, esta marcha também não tem, é tão boa que nem precisa disso!

Agora a sério, para falar a verdade eu só fui uma vez (mas acho bem divulgar) e diverti-me imenso! É que eles escolhem sempre umas datas que não (me) dão jeito nenhum...
De DD a 5 de Junho de 2008 às 22:52
Elas no You Tube até são engraçadas e apetitosas, mas eles são horríveis, não quero nada com aquelas caras monstruosamente sidóticas.
Só aprecio um único pénis, o meu e, mesmo assim, não para a auto-satisfação, pois não sou egoísta.
De Citadina a 6 de Junho de 2008 às 11:25
DD,
"(...) não para auto-satisfação?" Oh, que comovente!! Quer dizer que para si é um frete, mas lá aguenta com aquilo por causa delas? É de cavalheiro, sim senhor!
Pronto, não me leve a mal a brincadeira, eu (acho que) entendi o que quis dizer.

Mas aqui a questão não é tanto o que se aprecia mas sim o direito de o apreciar devidamente (ou não).
Por exemplo o DD tem o direito de não apreciar pénis que não o seu, mas não tem o direito (se o quisesse) de os apreciar sem ser discriminado por isso...
Se não é egoísta, como afirma, então junte-se à causa (da luta pelos direitos)!

Comentar post

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita