Segunda-feira, 15 de Janeiro de 2007

Série "Hipocrisia e preconceito" - Das aparências

Sempre me fez impressão a forma como a sociedade portuguesa vive de aparências. Um filme português que ilustra bem isto é o "Portugal, S.A.", que aconselho vivamente a ver.
 
Da sórdida, criminosa e inqualificável violação sexual por mais de 30 anos, com o conhecimento das entidades responsáveis, das crianças desprotegidas, entregues ou não a instituições, à exploração do trabalho infantil, ao tráfico de mulheres e crianças, ao proxenetismo, às maiores trafulhices, abusos de poder ou confiança, ao tráfico descarado de influências, à fuga aos impostos, à delapidação escandalosa do erário público, às fugas ao segredo de justiça, aos falsos casais heterossexuais, às infidelidades conjugais, tudo é consentido desde que não se fale abertamente nisso, desde que tudo "pareça bem". Como diz uma amiga minha "Eles sabem tudo, mas nem lhes passa pela cabeça!". E o mal é que as pessoas já se habituaram a que "non passa nada".
 
Quantos casos de casais "heterossexuais" conhecidos são, na realidade, uma máscara para relações homossexuais? Mas a família cristã está defendida pelas aparências...
Quantos casos de relações homossexuais de anos são "aceites" pelas famílias, simplesmente porque não se fala disso e todos fazem de conta que as pessoas envolvidas são apenas amigas de longa data sem direitos adquiridos, sem nada?
 
A propósito de aparências, lembro-me de uma secretária que tive que se escandalizava por eu trazer de casa de vez em quando o meu almoço (boa fruta, bolachas, pátê, vários tipos de queijo, etc.) e não ir ao restaurante por baixo do escritório, aproveitando a hora de almoço para adiantar o trabalho que tinha que despachar com urgência. Ela, que ganhava muito menos do que eu, lá ia toda pimpona comer uma sopa, um papo-seco e um café, voltada para a parede de pé, como numa manjedoura, e isso, por razões que não descortino, dava-lhe uma enorme sensação de superioridade…
Tags:
Buraco tapado por Cosmopolita às 10:38
Link do post | Tapa também

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita