Terça-feira, 17 de Março de 2009

As iniciativas que faltavam

Falo por mim mas sempre achei que um blog, além de outras coisas, é também uma ponte para socializar, para abrir horizontes, conhecer ideias diferentes mas também as pessoas por detrás dessas ideias.

A blogosfera, como espaço comum em que essas ideias são divulgadas e discutidas, carece por vezes de uma humanização ou personalização que extrapole do mundo virtual para o mundo real.

Por isso, recebo com agrado duas iniciativas de encontro de bloggers, uma em Maio, no Porto e outra em Junho, em Lisboa.

Eu conto estar nas duas. Cliquem nas respectivas imagens, em baixo, para mais informações.

 

 

 

Buraco tapado por Citadina às 10:45
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009

I wonder...

Era a isto que se referiam aqui?

Se era, minhas amigas, estamos mal, muito mal.

Buraco tapado por Citadina às 15:15
Link do post | Tapa também | Ver comentários (12)
Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009

Passagem

O blog No Fim do Mundo... está em modo "over and out".

A sua autora, outra portuguesa em périplo contínuo, agora na Tailândia, passa a inteirar-nos das suas aventuras através do Travel and Notes e das suas crónicas de viagem.

Vale a pena acompanhá-la regularmente.

Buraco tapado por Citadina às 12:56
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)

Da Nigéria, com amor

O blog de uma portuguesa emigrante na Nigéria.

A oportunidade de sabermos mais sobre aquele país, os seus costumes, como é viver lá.

Por falar nisso, sabe como se chama a capital da Nigéria? Se calhar pensa que sabe e não sabe... Já não é Lagos. Uma visita ao blog resolve isso. :)

Buraco tapado por Citadina às 11:19
Link do post | Tapa também | Ver comentários (2)
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

Há tanto tempo que não actualizo a lista de links

Mas só de pensar no trabalhão que isso implica dá-me vontade de acabar com o blog.

E porquê sempre eu, tudo eu?

Buraco tapado por Citadina às 11:23
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

O Azinhaga da Cidade está no Twitter

Aqui.

Os "micro-posts" vão para lá, os links dos posts daqui também.

O Twitter servirá, além disso, para uma linkagem mais intensa de outros blogs. Lá colocaremos frequentemente links de posts "a não perder", na nossa opinião, à medida que os formos lendo.

Buraco tapado por Citadina às 12:54
Link do post | Tapa também | Ver comentários (4)
Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Lesboa

 

A Lesboa Party decidiu, ou assim parece, "saltar" por cima do habitual balanço da festa (de fim de ano) e já está a anunciar a edição de Carnaval.

Boas notícias. Ainda bem que conseguiram aguentar o rombo. E a grande vantagem dos erros é o que muito se aprende com eles.

Quanto ao "esquecido" balanço, em boa verdade ele já tinha sido feito, não lá, mas aqui, portanto agora é passar à frente.

As anteriores edições de Carnaval foram felizes, com destaque para a primeira. Como eu já referi aqui, é mais difícil manter a qualidade que criá-la. Criar qualidade gera expectativas e a gestão destas não é tarefa fácil. Será até, porventura, um desafio só ao alcance dos melhores. É o que desejo que sejam.

Buraco tapado por Citadina às 10:58
Link do post | Tapa também | Ver comentários (2)
Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Mais uma corrente que morre às minhas implacáveis mãos

A WL do Capuccino desafiou-me para:

 

a) Escrever uma lista com 8 coisas que sonho fazer ou com as quais sonhe;
b) Convidar 8 bloguistas a responder ao mesmo;
c) Comentar no blog de quem partiu o desafio;
d) Comentar no blog de quem desafiamos;
e) Mencionar as regras.

 

Já tive oportunidade de lhe agradecer e dizer que as alíneas b) e d) estão fora de questão porque tenho alma de quebra-correntes, forjada à laia de muitos mails do género "Olá, eu sou a Mafalda e estou a morrer de cancro, ajuda-me depositanto 20€ na seguinte conta para financiar a minha viagem a Londres onde há um médico muito especial e só ele é que me pode salvar. Mais importante ainda, passa isto a todos os teus contactos.".

Hoje em dia não consigo ser racional sobre isto, chega ao pé de mim uma corrente e eu, pás!, quebro-a.

O que não quer dizer que eu não possa responder aos desafios, mesmo que não desafie mais ninguém.

Sendo assim, aqui vai, oito desejos, não é?

  • Nunca ter de viver sob nenhum género de ditadura, nem sequer a do proletariado;
  • Nunca viver em guerra nem consumida pelo medo;
  • Nunca ter acesso ou conviver com armas de fogo, pelo menos até ao dia em que precise de uma para me matar;
  • Saber sempre rir-me de mim própria como me rio dos outros;

 

(em quantos vai? OK, agora uma ou duas coisitas que sonho fazer. Ou três.)

  • Escrever um livro. Não, escrever vários livros muito bons, assim é que é;
  • Acordar um dia e descobrir que sei tocar piano muito melhor que a Maria João Pires;
  • Ser a cicerone do Eça de Queiróz na sua viagem ao futuro, explicar-lhe como andamos a foder isto tudo ainda mais que no tempo dele, mostrar-lhe os avanços da tecnologia "então não sabes conduzir um carro com mudanças automáticas, pá? Então vá, eu ensino-te.", "Atende o telemóvel, meu!", "Olha, aquele é que é o Sócrates.", etc., e discutir com ele como é que nós os dois vamos salvar a humanidade. 
  • E finalmente, como disse o Ricardo Reis, se não era isto era qualquer coisa do género, estou a citar de cor e a minha memória é o que se sabe, "aos deuses peço só que me concedam o nada lhes pedir.".
Tags: ,
Buraco tapado por Citadina às 15:04
Link do post | Tapa também
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Encerrar as festas

As festas terminaram com a pouco concorrida Lesboa Party Passagem de Ano 2008/09 Gold Edition 2.0.

Esta foi, porventura a melhor produção de sempre. Estava simplesmente impecável. Temos de exceptuar aqui a música, que, ao contrário do que é costume, não estava nada de especial. Mas de resto, impressionantemente bom!

Então porque é que a festa foi um fracasso, perguntam vocês? Eu só vejo uma hipótese: o preço dos bilhetes. Sinceramente, nós também não teríamos tido possibilidade de ir se não tivéssemos convites. As entradas eram, em duas palavras, demasiado caras. Poder-se-á sempre contra-argumentar dizendo que as nossas eram circunstâncias particulares, mas será mesmo? Terá sido 2008 um ano financeiramente mau só para mim e para a Cosmo? Sabemos que não. A conjuntura económica prejudicou as intenções de muita gente, tenho a certeza, e estou convencida de que a história teria sido outra se o custo fosse ao nível do que se praticou aqui (aliás, várias fontes nos disseram que a Maria Lisboa estava a abarrotar de gente na passagem de ano).

Assim, a organização da Lesboa deve ter tido um rombo financeiro maior que o do casco do Titanic.

Era possível ter feito uma produção daquelas sem cobrar tanto dinheiro à entrada? Claro que sim! A prova cabal é o facto de a festa se ter realizado. Contar com ovos tão dourados ainda dentro do ânus da galinha é que foi um risco muito mal calculado. Uns ovinhos de prata tinham atraído muito mais gente (ia dizer galinhas, sim, mas contive-me a tempo).

Agora (de novo) a sério, espero francamente que isso não comprometa a continuidade do evento, a Lesboa não merece morrer desta forma. Além dos aspectos relacionados com a viabilidade económica do evento, nunca é demais sublinhar a componente de serviço público ao universo LGBTQ português que a Lesboa tem e presta.

Quanto a quem lá esteve, usufruir de tudo aquilo sem muita azáfama e confusão não terá sido nada mau. Para nós foi óptimo, com o bónus de termos conhecido pessoalmente as simpáticas autoras dos blogs Estrelaminha, ViagemLes e Troca&Tintas.

Um Feliz Ano Novo a@s leitor@s do Azinhaga em particular e aos blogueiros deste país em geral!

Buraco tapado por Citadina às 11:04
Link do post | Tapa também | Ver comentários (9)
Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

Desafios literários

Emitida em estéreo, a proposta é:

 

1. Agarrar o livro mais próximo.
2. Abrir na página 161.
3. Procurar a 5ª frase completa.
4. Colocar a frase no blog.
5. Não escolher a melhor frase nem o melhor livro!!! Utilizar mesmo o livro que estiver mais próximo.
6. Passar a 5 pessoas.

 

Só uma ressalva:

 

Ponto 5. : ninguém quer saber o que diz o livro mais próximo de mim neste momento, seja em que página for, afianço-vos. Recuso-me a fazer isto com aquela cagada.

Vou, por isso, utilizar os livros que eu e a Cosmo estamos a ler (por prazer), sempre dentro do espírito do Mestre que posso eu fazer, que prazer ter uma data de regras para cumprir e quebrá-las todas.

 

Assim, do meu livro:

 

" "O sultão não pensa senão em traição", disse-lhe um hindu."

in: A Primeira Aldeia Global, Martin Page, 2008, Casa das Letras

 

Isto foi um aviso para Afonso de Albuquerque, que andava nos idos de 1500 (e 2) a negociar entrepostos comerciais na Índia (versão oficial) / a foder grandemente os árabes (interpretação minha).

 

Do livro da cosmopolita:

 

"Olhei em volta, à procura de alguém a quem gritar a minha felicidade, e lá estavam, imóveis entre a bruma de um canal flamengo, as sombras do meu pai e do capitão Alatriste."

in: O Ouro do Rei, Arturo Pérez-Reverte, 2008, Edições ASA

 

Isto sim, obra de um futuro Nobel da Literatura, vos garanto.

 

Quanto ao ponto 6. suponho que seja passar a 5 pessoas que tenham blog, não é? Está bem, então vou passar a 10:

 

Tulipa, do América Europa;

Andarilha do Andarilha Estelar;

AR do Lésbica: Simples ou com Gelo?

Ferónica do Limão Cascudo;

Metade d' A Metade do Desejo;

Garamond d'A Namorada Bélsbica;

Nnannarella;

Bluebird do On and On;

Duca do Tempus Blogandi;

Viz / Inha do As Vossas Vizinhas.

 

Pronto, acho que não conheço mais ninguém que me possa mandar à merda de viva voz.

Buraco tapado por Citadina às 18:24
Link do post | Tapa também | Ver comentários (5)
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Só os bloggers sem "nickname" é que são credíveis?

Ainda em maré de reflexão sobre a bloga, será que o facto de eu não assinar os meus posts com o meu nome mas sim como "Citadina" os torna menos... alguma coisa?

Menos imputáveis? Menos credíveis? Menos interessantes? Menos dignos de nota?

Se eu assinasse Joana Melo, o que é que isso acrescentava àquilo que se pode inferir sobre mim através do blog? Ou Bárbara Rocha? Ou Susana Mendes? O que é que estes nomes dizem - mais do que Citadina -  a quem me lê e não me conhece pessoalmente?

Buraco tapado por Citadina às 15:09
Link do post | Tapa também
Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

Registo: alternativas para o subtítulo deste blog

Em semana de aniversário, uma introspecção que, na impossibilidade de alterar o título do blog, se atira agressivamente ao subtítulo. Portanto:

 

Azinhaga da Cidade:

  1. Um blog que teima em não atingir o seu público-alvo.
  2. Um blog sem superstars.
  3. Um blog condenado à fama póstuma.
  4. Um blog que não brinca ao jornalismo formal.
  5. Um blog  iconoclasta.
  6. ? ...

Podem votar, sugerir, ser vis, jocosos, engraçadinhos, etc..

Pois se eu própria não resisto à piadinha fácil...

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 18:16
Link do post | Tapa também | Ver comentários (10)
Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

II

Há limites para o umbiguismo até num blog, mas... eu queria assumir publicamente que gosto muito do meu blog (e que para tal muito contribui o facto de ele não ser só meu).
Gosto porque por me diverte e puxa por mim intelectualmente e, claro, porque não tem cor-de-rosa bebé em (quase) nenhum sítio, embora esta última qualidade possa vir a deteriorar-se ao longo do tempo.

Suspeito da existência de opiniões defensoras de que:
  • ele não tem fotografias e vídeos do YouTube suficientes, assim como que tem um deficit inaceitável dos termos "sexo", "mamas", "gajas" e "LOL".
  • podia fazer mais pelas audiências e número de comentários, postando frequentemente expressões como "Mário Machado" e "subscrevo as caricaturas do Profeta Maomé".
  • não contribui para causa nobre alguma, mas isso, caras leitoras e leitores, fazemo-lo conscientemente, por princípio e à imagem e semelhança da nossa vidinha injustamente trivial.
  • e, finalmente, que é muita letra, muita conversa, num monótono tom  cinzento, mas também é por isso que gosto dele: dá a imagem de que consigo ordenar num sistema relativamente coerente e comprovadamente chato a minha mente caótica e vibrante.
Isto tudo a propósito de quê? ...Ah, é que este blog faz dois anos hoje.
 
Buraco tapado por Citadina às 11:56
Link do post | Tapa também | Ver comentários (8)
Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

Dardos

Os blogs Estrelaminha, Daegaz e A Cada Manhã contemplaram o Azinhaga da Cidade com uma nomeação para o Prémio Dardos. Aqui fica a nossa gratidão.

Se era intenção da Poppie nomear-nos, igualmente gratas.

 

"Os Prémios Dardos destinam-se a distinguir os blogues que contribuem de forma significativa para o enriquecimento da cultura virtual, através da veiculação de valores culturais, éticos, literários, pessoais... premiando os blogueiros que demonstram a sua criatividade através do pensamento vivo e através das formas de comunicação que utilizam para o expressar. Estes selos, foram criados com a intenção de promover o salutar convívio entre os bloggers e como forma de demonstrar carinho e, reconhecimento por um trabalho, que agregue valor à Web."

 

Com tanta nomeação, sinto-me na obrigação moral de não ser uma "cortes" e até cederia à tentação de abrir uma excepção ao nosso antipático costume de não prolongar "correntes" se não considerasse limitativo e muito difícil distinguir apenas 15 blogs, que  nós não somos daquelas que acham que só 1% da blogosfera é que se aproveita, pelo que todos os blogs que linkamos na coluna lateral se podem considerar justamente nomeados pelo Azinhaga.

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 14:05
Link do post | Tapa também | Ver comentários (2)
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

O que é um blog?

Cada um tem as suas preferências, cada qual terá uma definição.

A mim aborrecem-me blogs sem auto-produção, ou seja, que se limitem a alimentar-se de outros sites numa atitude parasita de linkagens em catadupa e copy-pastes condensados. Mas provavelmente a blogosfera também é isso, ou também se define dessa forma.

Haverá talvez quem se irrite com o formato miscelânico, algo errático até e porventura irrelevante deste blog.

Há quem ache que blogs não fazem sentido sem uma causa, um tema ou uma linha editorial definida à priori.

Há quem diga que a blogosfera é um antro de perversão e terroristas.

Há quem vislumbre o fim da blogosfera.

 

E para si, caro/a  leitor(a), o que é (ou deveria ser) um blog?

 

Um exercício de criatividade?

Um registo menos volátil que a memória?

Um espaço de exposição de ideias, que com quantos mais "nomes fortes" contar, melhor?

Um meio para conhecer pessoas?

Uma plataforma privilegiada de liberdade de expressão porque é tão livre quanto se queira / seja e massivamente acessível?

Um ensaio de estética?

Um nicho para tarados se manifestarem incólumes?

Um fórum de debate?

A first life do alter-ego?

O cantinho do/a narcísico/a?

Uma agência noticiosa oficiosa?

Um jornal de opinião?

Serviço público?

Um espaço de intervenção política?

Um confessionário digital?

Uma "expressão fútil de confessionalismos pessoais" e de "proselitismos ideológicos ou políticos"?

 

Deixe-nos a sua opinião e sobretudo não se iniba de partilhar connosco a sua definição pessoal.

Obrigada!

Buraco tapado por Citadina às 13:56
Link do post | Tapa também | Ver comentários (6)
Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Vontade indómita

Um blog que me faz ter vontade de me mudar imediatamente para Nova Iorque.

Tags:
Buraco tapado por Citadina às 11:53
Link do post | Tapa também | Ver comentários (7)
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Cromos do Portugal Contemporâneo

Mais especificamente, este Cro-magnon.

Ide ler, vejam como ainda lhe falta algo de sapiens e como são notórias as saudades de uma boa caverna.

Buraco tapado por Citadina às 15:15
Link do post | Tapa também | Ver comentários (13)
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Nova Iorque - uma cidade do mundo, até a votar

 

(imagem roubada aqui)

 

O BostonTeaParty captou a imagem esta manhã em Manhattan, à porta de uma assembleia de voto.

E neste caso, uma imagem vale mesmo mais que mil palavras.

 

Buraco tapado por Citadina às 18:33
Link do post | Tapa também
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

"Prontos", agora vou ter de ir

A Lesboa Party é boazinha para quem gosta dela.

 

Tags: ,
Buraco tapado por Citadina às 16:21
Link do post | Tapa também

Promovendo os laços de sangue

Só vos queria dar a conhecer o blogue da minha irmã e de um amigo dela, emigrados para o norte da Holanda, ela, e para Nova Iorque, ele.

Inverteram o nome de uma conhecida editora de livros de bolso e criaram um relato de vivências em diferentes latitudes frias.

 

De que é que eu gosto no blogue da minha irmã? Bom, além de tudo o resto, ele tem um tema, e ainda por cima um que é praticamente inesgotável, pelo menos enquanto se  conseguir achar graça às idiossincrasias de estar emigrado/a, ou seja, sempre.

 

E sim, tema é coisa que falta a este (blog) amiúde,  uma pessoa mal se pode dar ao luxo de afrouxar a guarda e abandonar o terreiro senão ainda nos põem a casa num desses fundos de explorar a miséria alheia, quanto mais viajar para procurar temas e arejar a criatividade, e por isso é assim, só ler jornais, só ler jornais. Uma seca. O que é o jantar?

Buraco tapado por Citadina às 14:35
Link do post | Tapa também

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
25
26
27

Posts por autora

Pesquisa no blog

Subscrever feeds

Arquivo

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Tags

a vida dos outros(31)

açores e madeira(7)

ambiente e oceanos(21)

aniversários(19)

artes(6)

autarquias(12)

auto-recriações(24)

autores(7)

bem-estar(11)

blogs(73)

capitalismo(8)

catástrofes(4)

charlatonices(2)

cidadania(14)

ciências(3)

cinema(18)

citações(38)

clima(7)

condomínio(2)

curiosidades(26)

democracia(32)

desemprego(13)

desporto(22)

dilectos comentadores(5)

direitos humanos(11)

direitos liberdades e garantias(39)

e-mail e internet(6)

economia(27)

educação(8)

eleições(14)

emigração(5)

empresas(3)

estados de espírito(60)

europa(2)

eventos(33)

excertos da memória(24)

fascismo(9)

férias(25)

festividades(29)

fotografia(12)

gatos(10)

gestão do blog(15)

gourmet(3)

grandes tentações(11)

hipocrisia(3)

homens(6)

homofobia(17)

humanidade(8)

humor(24)

igualdade(20)

impostos(5)

infância(7)

insónia(6)

int(r)agável(25)

intimismos(38)

ivg(17)

justiça(17)

legislação(17)

lgbt(71)

liberdade de expressão(13)

língua portuguesa(7)

lisboa(27)

livros e literatura(21)

machismo(3)

mau gosto(8)

media(3)

mulheres(17)

música(35)

noite(5)

notícias(22)

óbitos(5)

países estrangeiros(19)

personalidades(9)

pesadelos(5)

petróleo(4)

poesia(9)

política(86)

política internacional(30)

por qué no te callas?(9)

portugal(31)

publicações(6)

publicidade(9)

quizes(8)

redes sociais virtuais(9)

reflexões(58)

religião(19)

saúde(6)

ser-se humano(15)

sexualidade(9)

sinais dos tempos(8)

sociedade(45)

sonhos(6)

televisão(23)

terrorismo(4)

trabalho(20)

transportes(7)

viagens(19)

vícios(13)

vida conjugal(17)

violência(4)

todas as tags

Quem nos cita